Image Alt Text
contadores

15 livros de contabilidade que você não pode deixar de ler!

O aprimoramento constante é uma necessidade para qualquer profissional que deseje fazer sucesso no seu segmento e anseie pelos melhores cargos do mercado, não é verdade? Uma das maneiras mais eficientes de aprender é por meio da leitura. Pensando exatamente nisso, preparamos esse artigo que mostra quais são os 15 livros de contabilidade que você não pode deixar de ler!

Existem obras para todos os gostos, perfis e vertentes dentro no universo das ciências contábeis. Elas servirão como um aprendizado relevante e ajudarão quem deseja buscar por mais informações e dados relevantes sobre a contabilidade financeira, empresarial, de auditoria e assim por diante. Continue lendo e veja quais são os títulos indispensáveis para a sua atuação!

1. Manual de Contabilidade Societária

O livro “Manual de Contabilidade Societária” foi escrito pelos autores Eliseu Martins, Ariovaldo dos Santos, Ernesto Rubens Gelbcke e Sérgio de Iudícibus. No meio das ciências contábeis, ele chegou a ser conhecido como uma espécie de bíblia, trazendo orientações valiosas e reflexões relevantes para qualquer profissional que queira ter destaque no segmento.

Trata-se de um apanhado bastante completo sobre alguns dos temas mais importantes da área, aplicável a empresas e em consonância com normas internacionais e do Comitê de Pronunciamentos Contábeis. Ao ler a obra, você conseguirá solucionar muitas das dúvidas que surgem nas atividades do seu dia a dia e compreender a estrutura conceitual da contabilidade.

2. Como Fazer uma Empresa dar Certo em um País Incerto

Poucos títulos podem ser tão certeiros e autoexplicativos como o de “Como Fazer uma Empresa dar Certo em um País Incerto”. A instabilidade recorrente no Brasil ao longo de toda a sua história gera uma tremenda insegurança em investidores, empreendedores e empresários. Isso, é claro, gera diversos reflexos no mundo das ciências contábeis.

Atualmente, boa parte dos contadores tem um papel mais consultivo e estratégico do que era comum há alguns anos. A obra tenta abordar esse novo panorama, trazendo dados interessantes para os profissionais do ramo, sobretudo os iniciantes, e servindo de referência para consolidar os conhecimentos, de forma a ajudar na superação de obstáculos e na busca por soluções mais eficientes.

3. Manual Completo de Contabilidade Pública

O setor público movimenta muito dinheiro em todo o mundo, inclusive no Brasil. Por isso, a leitura do “Manual Completo de Contabilidade Pública” pode muito interessante. Inclusive, não é à toa o grande sucesso que o livro dos autores Deusvaldo Carvalho e Marcio Ceccato vem fazendo ao longo dos anos, figurando entre os mais vendidos do setor.

Alguns contadores, inclusive, usam o título como referência bibliográfica para lograrem êxito e obterem aprovação em concursos. Entre os temas abordados, podemos citar os desafios do setor contábil, normas nacionais e internacionais, além de direito tributário, por exemplo. Também existem centenas de questões para estudar, que foram extraídas de antigos concursos públicos.

4. Compliance e Governança Corporativa

O termo “compliance”, deriva do inglês “to comply”, está relacionado com o fato de uma empresa, organização ou mesmo profissional se manter em conformidade com normas, boas práticas, legislação e regulamentos da sua área. O livro “Compliance e Governança Corporativa”, da autora Marcella Blok, fala justamente sobre isso, e de forma precisa e pontual.

A obra aborda, inclusive, muitos dos recentes escândalos de corrupção ocorridos em nosso país, propiciando uma reflexão sobre os institutos jurídicos e instrumentos capazes de prevenir que episódios similares ocorram novamente por aqui. Além disso, a autora realiza uma análise teórica sobre os procedimentos que devem ser adotados para que o sistema se torne mais efetivo e justo.

5. A Revolução do Marketing de Serviços para Empresas Contábeis

O livro “A Revolução do Marketing de Serviços para Empresas Contábeis” foi escrito por Ricardo de Freitas, que é CEO e um dos fundadores do renomado Jornal Contábil. Por isso mesmo, não é difícil compreender o porquê de essa ser uma das obras mais importantes para quem deseja aumentar os seus conhecimentos sobre a área de contabilidade empresarial.

Ao longo de suas páginas, o leitor se depara com informações sobre o desenvolvimento de equipes internas de marketing e vendas para instituições de contabilidade, orientando sobre a aplicação de técnicas de atração de talentos, por exemplo. Os temas abordados incluem desde as redes sociais, passam pela empatia com clientes e culminam na gestão de relacionamento.

6. Big Brother Fiscal na Era do Conhecimento

O livro “Big Brother Fiscal na Era do Conhecimento” fez bastante sucesso no segmento e, por isso mesmo, já passou por algumas edições, que vão sendo atualizadas de acordo com as novidades e mudanças do mercado. A obra prioriza a abordagem do famoso SPED, que é o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), bem como suas consequências para a gestão empresarial.

Ainda que esse seja um assunto de teor mais técnico, a linguagem é fácil e agradável para o leitor, mesmo que ele não domine tudo sobre o universo contábil. Por isso, além de contadores, é um título indispensável para empresários, profissionais de tecnologia, advogados e assim por diante, que passarão a compreender aqueles termos tão comuns no meio, como NF-e, NFS-e, ECD e EFD.

7. A Culpa é do Meu Contador

O curioso título “A Culpa é do Meu Contador” ajuda a explicar um pouco o mote da obra de Douglas Gomes Filho. Afinal, para se tornar um profissional de êxito no ramo, não é preciso apenas entender de números, leis, procedimentos e equações. Invariavelmente, em muitos momentos, você terá que lidar com clientes, muitos dos quais serão de difícil trato.

Embora o direcionamento do livro seja mais voltado para o empreendedor, ele não deixa de trazer pontos muito relevantes sobre as relações existentes no segmento, proporcionando uma visão mais complexa sobre como devem ser as formas de proceder em situações complexas e mergulhando profundamente nos muitos lados da relação gerencial.

8. Contabilidade de Custos

Ao ler “Contabilidade de Custos”, de Clóvis Luis Padoveze, você estará com um grande clássico da contabilidade em mãos. Ao longo das suas incríveis páginas, o leitor se depara com os mais importantes pontos teóricos e práticos do ramo, mas sem deixar de manter uma linguagem simples e intuitiva, adequada tanto para profissionais experientes como para quem está apenas começando no ramo.

O objetivo principal de Padoveze parece ser o de demonstrar uma espécie de painel geral da área, abordando custos e aspectos contábeis e gerenciais. Você poderá aprender ou reforçar diversos conceitos, descobrindo como aplicá-los em empresas. Cada capítulo conta com alguns exercícios específicos, para fixar e reforçar o aprendizado proporcionado pelo autor.

9. Manual de Sobrevivência no Mundo Pós-SPED

A obra “Manual de Sobrevivência no Mundo Pós-SPED” é mais uma que trata do famoso Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), tão relevante quanto controverso para os profissionais relacionados ao segmento da contabilidade. O autor e professor Roberto Dias Duarte explica em detalhes o conceito, com um olhar mais atento ao fisco e a suas operações.

Isso é muito importante em um contexto no qual as autoridades brasileiras e o próprio governo federal vêm tomando ações no sentido de que todas as informações empresariais sejam geradas, disponibilizadas e avaliadas de forma eletrônica e digital. Isso facilita o controle e a auditoria de dados, fazendo com que os contadores também precisem se modernizar.

10. Análise Avançada das Demonstrações Contábeis: Uma Abordagem Crítica

“Análise Avançada das Demonstrações Contábeis: Uma Abordagem Crítica” é outro dos livros do renomado professor e contabilista Eliseu Martins, desta vez em parceria com os autores Gilberto José Miranda e Josedilton Alves Diniz. O ponto forte da obra é a abordagem, que é voltada para o potencial de indicadores financeiros e econômicos disponíveis atualmente.

A publicação também evidencia as limitações e objetivos de tais métricas, avaliando as demonstrações contábeis do ponto de vista dos usuários externos, que as usam como fonte de informações para as suas tomadas de decisão. Também é uma obra recomendada para os docentes da contabilidade, bem como para quem está buscando uma especialização na área.

11. Pai Rico, Pai Pobre

O livro “Pai Rico, Pai Pobre”, de Robert Kiyosaki e Sharon Lechter, vai muito além de um título que deve ser lido por contadores ou empresários: trata-se de uma valiosa lição para qualquer ser humano nos dias de hoje. É um verdadeiro clássico do empreendedorismo, que figurou e ainda figura na lista de mais vendidos em diversos países, com as mais variadas culturas.

A obra é narrada como uma história, na qual o personagem principal, em resumo, deve decidir entre a influência de um exemplo que é focado em atingir resultados ou em outro que gasta de acordo com o que recebe. Os autores também discutem a importância do planejamento financeiro e como cada pequena escolha pode ter reflexos enormes a médio e longo prazo.

12. Accounting Made Simple – Accounting Explained in 100 Pages or Less

O livro “Accounting Made Simple – Accounting Explained in 100 Pages or Less” foi escrito na língua inglesa, mas vale a pena fazer um esforço e tentar sugar os conhecimentos incríveis que a autora Mike Piper nos proporciona. Aliás, ela é muito conhecida por escrever sobre finanças pessoais e mantém no ar um blog bastante popular sobre o tema.

Sua formação como contadora e sua experiência em elaborar relatórios financeiros criaram os elementos necessários para que pudesse introduzir, de maneira rápida e sistemática, os conceitos do ramo para empreendedores e iniciantes, com definições e explicações sucintas, mas que ajudam a reforçar noções de crédito, princípios contábeis e muito mais.

13. Direito e Contabilidade: Fundamentos do Direito Contábil

Edison Carlos Fernandes, em sua obra “Direito e Contabilidade: Fundamentos do Direito Contábil”, procurou fornecer uma visão específica, que pode ser útil tanto para estudantes quanto para profissionais, sobre como aprimorar os seus conhecimentos e habilidades nas relações empresariais, mantendo a conformidade com as leis e regulamentações do segmento.

O autor vai explicando, de forma muito didática, as formas como as questões jurídicas e financeiras precisam andar lado a lado, fundamentando as bases de qualquer negócio de sucesso. Como se não bastasse, Fernandes também faz uma contextualização histórica muito interessante, para que possamos compreender o estágio em que nos encontramos hoje.

14. Cartas a um Jovem Investidor

Gustavo Cerbasi já é um autor bastante conhecido e que circula com facilidade entre leitores que sequer estão no meio do empreendedorismo ou das ciências contábeis. A obra “Cartas a um Jovem Investidor” faz parte de uma série e, apesar de ter o seu mote no mercado financeiro, também pode oferecer aprendizados relevantes para quem atua no ramo da contabilidade.

As suas páginas ajudam qualquer pessoa a entender, de maneira holística, o mundo das finanças. Um fato interessante é que Cerbasi escreve tomando como base as suas próprias experiências, sejam elas boas ou ruins. Conhecimento nunca é de mais, e “Cartas a um Jovem Investidor” pode contribuir para que você seja cada vez mais bem-sucedido!

15. A Evolução das Ciências Contábeis no Brasil

Que a história econômica do nosso país é repleta de erros e acertos, ninguém duvida, não é verdade? Por isso mesmo, “A Evolução das Ciências Contábeis no Brasil”, escrito por Carlos Eduardo Barros Leite, pode ser muito interessante para profissionais do ramo ou, até mesmo, para quem apenas deseja compreender melhor os contextos que nos trouxeram até aqui.

Como o próprio nome diz, a obra contextualiza o desenvolvimento da área, esclarecendo toda a trajetória e os percalços para isso, como uma forma de trazer embasamento para o que podemos esperar no futuro. Também é uma maneira de fazer com que contadores conheçam e valorizem suas funções e o seu real papel perante a sociedade.

Esses são apenas alguns dos muitos livros de contabilidade que você não pode deixar de ler. Trata-se de obras incríveis, de autores renomados e que realmente podem oferecer lições valiosas, tanto para quem está iniciando as suas atividades no universo das ciências contábeis quanto para aqueles que já têm anos de experiência.

Gostou de descobrir esses 15 livros de contabilidade que você não pode deixar de ler? Então, que tal compartilhar o artigo com amigos, colegas de trabalho e familiares em suas redes sociais? Aproveite e siga nosso LinkedIn!


Artigos Relacionados