2021-07-01 09:00:21 Para Contadores English A contabilidade mudou severamente nos últimos anos, mas o contador continua sendo um profissional essencial para o sucesso das empresas.... https://quickbooks.intuit.com/br/blog/br_qrc/uploads/2021/06/papel-do-contador.jpeg https://quickbooks.intuit.com/br/blog/contadores/papel-do-contador-nos-dias-de-hoje/ Entenda o importante papel do contador nos dias de hoje

Entenda o importante papel do contador nos dias de hoje

11 min de leitura

A contabilidade mudou severamente nos últimos anos. O papel do contador deixou de ser o de um simples agente de apuração de impostos e cumprimento de obrigações do governo para se tornar o de um consultor. Sua função é vital para as empresas. Não há como imaginar um negócio que não conte com os trabalhos essenciais de um profissional da contabilidade.

Entretanto, ainda existem empresários que negligenciam essa tarefa. Assim, também é papel do contador mostrar a todos sua importância para as empresas. Discorreremos sobre isso neste conteúdo. Confira!

Qual é a diferença entre contabilista e contador?

Antes de demonstrar aos empresários a importância do papel do contador, vale a pena diferenciar dois conceitos que muitas pessoas — até mesmo profissionais da contabilidade — confundem. Estamos tratando de contador e contabilista.

Inicialmente, é importante identificar quem são aqueles profissionais que podem ser chamados de contadores. Basicamente, estamos tratando da pessoa que se formou em um curso de nível superior de bacharelado em Ciências Contábeis.

Porém, apenas essa formação não é suficiente para exercer a atividade profissional. O bacharel precisa ser aprovado no Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade e receber a sua carteirinha profissional. A partir de então, temos formado e habilitado um autêntico contador.

Por outro lado, o contabilista pode não ter se formado no curso de Ciências Contábeis. Esse profissional está vinculado a uma formação de nível técnico. É importante destacar que, para receber o seu número de registro e atuar como contabilista, ele também precisa ser aprovado pelo Conselho Federal de Contabilidade.

Uma curiosidade interessante sobre ambos os profissionais é que o contador também pode ser chamado de contabilista. No entanto, o contrário não é válido, pois o profissional de nível superior tem algumas atribuições que o de nível técnico não tem. Exemplos disso são a assinatura de relatórios de auditoria e a perícia.

A maioria das tarefas do dia a dia de um escritório de contabilidade, como emissão de relatórios e assinatura de documentos contábeis, pode ser exercida por ambos os profissionais.

Quais são as principais funções do contador?

Quando se trata das funções do contador, estamos nos referindo à questão prática da sua atividade. É importante saber distinguir o que ele faz na empresa em termos gerenciais e administrativos do seu papel dentro de uma organização de modo geral.

Inicialmente, trataremos das atividades ou rotinas contábeis que ele executa no dia a dia. Ou seja, suas principais obrigações e atribuições. Continue lendo!

Assessoria fiscal e tributária

Sem dúvidas, uma das funções mais marcantes do profissional da contabilidade é a sua atuação nas questões tributárias da empresa. Nós vivemos em um país que tem uma legislação fiscal muito complexa. Por mais que, hoje, exista uma possibilidade de reforma pairando sobre os órgãos governamentais, ainda teremos leis bastante extensas.

Dificilmente um país com dimensões continentais e com uma diversidade de cultura tão grande como o Brasil terá uma legislação unificada e simples. Portanto, o papel do contador sempre será importantíssimo nesse aspecto.

Ele deve ajudar os empresários a entender quais pontos da legislação tributária se aplicam ao seu negócio. Além disso, deve mostrar aos proprietários e gestores de empresas como eles devem agir para atender a todas as exigências impostas pelo fisco.

O contador também precisa ter atenção às alterações que ocorrem na legislação fiscal, trabalhando juntamente ao empresário para adequar o negócio às novas determinações dos governos federal, estadual e municipal.

Emissão de livros contábeis

Outra função muito importante do contador é a emissão dos livros contábeis. Na realidade, eles são o produto final de um amplo trabalho que começa na empresa, durante o dia a dia de prestação de serviços, compras, recebimentos e outras atividades realizadas no âmbito empresarial.

O contador utiliza os dados gerados para fazer a escrituração contábil, conciliação de contas e, finalmente, emissão dos livros contábeis e outras obrigações relacionadas a essa área.

Na parte contábil, também existem algumas obrigações acessórias a que o contador deve ficar atento. Inclusive, é possível que o cumprimento dessas determinações torne-se uma atividade extra, que o profissional realiza para uma ou mais empresas.

Assessoria em questões trabalhistas

O contador também deve ser um grande conhecedor das obrigações trabalhistas da empresa. Ele atua com mais exatidão na emissão da folha de pagamento, geração de tributos incidentes sobre ela, contratações e rescisões.

É importante que seu trabalho seja associado ao de um bom advogado trabalhista. Nesse caso, o primeiro atuará na parte de rotinas do departamento de pessoal e o segundo com a parte legal, que pode decorrer das relações de trabalho.

Constituição e alteração de empresa

A contabilidade societária é outra área dessa profissão que pode ser uma excelente alternativa para adicionar ainda mais funções ao seu trabalho. Basicamente, ela pressupõe o cumprimento dos atos necessários para a constituição de uma empresa, bem como suas alterações e, até mesmo, fechamento do negócio.

Como foi a sua evolução nos últimos anos?

Hoje, o contador é um profissional visto como indispensável por muitos empresários. Há quem diga que ele é o melhor amigo do gestor ou dono de empresa. No entanto, nem sempre foi assim. Durante anos, ele foi considerado um mal necessário, alguém que não tem nenhuma função a não ser emitir impostos para o governo.

Existia até um apelido pouco amigável para esse profissional: o “guarda-livros”. Outros também os chamavam de agentes do governo. Quando eles chegavam às empresas, os empresários já sabiam: “Estão chegando as guias de impostos”.

Sem dúvidas, o frei Luca de Pacioli, o pai da contabilidade, não imaginou que a atividade receberia esses adjetivos séculos depois dos primeiros registros contábeis. Ainda bem que, com o passar do tempo, as coisas foram mudando.

Os próprios contadores perceberam que tinham em suas mãos informações que poderiam alterar os rumos de um negócio deficitário. Então, aos poucos, puderam demonstrar aos empresários os erros que estavam cometendo e como simples ajustes nas formas de gerir seus próprios negócios poderiam mudar totalmente o seu futuro.

Assim, o papel do contador foi deixando de ser simplesmente “guardar livros” para se tornar mais estratégico, como é o caso da contabilidade gerencial. O profissional da contabilidade passou a atuar ao lado do empresário, sendo a fonte de informações valiosas para fazer os negócios crescerem com solidez e saúde financeira.

Quais mudanças aconteceram ao longo do tempo?

Mesmo depois de o contador ter deixado a função de guardador de livros para se tornar o responsável por gerar informações para a empresa, foram necessários alguns anos para que ele se tornasse o profissional que temos atualmente.

A tecnologia teve um papel crucial nesse processo. Quando o trabalho do contador era feito de forma totalmente manual, os escritórios ou setores de contabilidade demoravam semanas para conseguir entregar um relatório com informações valiosas para o empresário.

Mesmo depois da implementação de computadores no ambiente contábil, o processo ainda era muito manual. As fichas foram substituídas por planilhas, e os primeiros sistemas começaram a existir — porém, com poucas funcionalidades.

O marco zero das mudanças começou com o surgimento da Nota Fiscal eletrônica (NF-e), no ano de 2008. Com a possibilidade de transação de um documento totalmente digital, foi possível criar mecanismos de escrituração utilizando sistemas que começavam a ficar mais avançados.

A parte manual de digitação passou a ser substituída pela importação de dados. Assim, atividades que demoravam dias para ser concluídas passaram a ser finalizadas em alguns minutos.

Além disso, as obrigações fiscais, contábeis e trabalhistas acompanharam a evolução e substituíram livros físicos por demonstrativos totalmente digitais, como é o caso de todas as obrigações da “família” SPED, e-Social etc.

Todas essas mudanças tecnológicas fizeram com que aflorasse o verdadeiro papel da contabilidade no universo empresarial, sobre o qual discorreremos com mais detalhes no próximo tópico. Continue lendo!

Qual é o papel do contador e sua importância nas empresas atualmente?

O papel do contador nas empresas pode ser resumido a uma expressão: gerar informações para a tomada de decisões. Entretanto, é importante nos aprofundarmos um pouco mais nesse contexto, para que o próprio profissional possa entender como vender seus serviços ao mercado.

Esse trabalho de geração de informações ocorre em diversos níveis. Um deles é o fiscal. Você já sabe que o papel do contador é orientar quanto ao cumprimento de obrigações tributárias. No entanto, ele também pode orientar os colaboradores da empresa sobre boas práticas na emissão de documentos fiscais e outras tarefas mais simples.

Atuar nessas atividades mais operacionais ajuda a evitar grandes problemas decorrentes de erros executados sequencialmente em setores internos da empresa. No entanto, há quem diga que a informação de qualidade pode ser precificada a preço de ouro dentro dos empreendimentos, e é aí que o papel do contador tem a sua maior importância no nível gerencial.

Isso é possível por meio das próprias demonstrações contábeis, tais como: Balanço Patrimonial, Demonstração de Resultados e fluxo de caixa. Com esses demonstrativos em mãos, o contador consegue fazer o cálculo dos indicadores financeiros, extraídos principalmente do Balanço Patrimonial. Alguns exemplos são:

  • Índices de liquidez, que demonstram a capacidade de pagamentos que a empresa tem;
  • Índices de endividamento, que têm por objetivo apresentar o nível das dívidas que a empresa tem com terceiros ou com sócios, por exemplo;
  • Composição do endividamento, demonstrando o percentual da dívida que vencerá no curto, médio ou longo prazo, entre outros indicadores financeiros.

Todos os índices e demonstrativos apurados pelo contador devem ser demonstrados em comparação com períodos anteriores. De posse de todas essas informações, o profissional orienta o empresário, apontando seus pontos fortes e fracos, bem como os segmentos que devem ser modificados.

Nesse sentido, o papel do contador e a sua importância na empresa podem ser resumidos como um estudo sobre por quais caminhos o empresário deve seguir. Assim, ele pode aprender com os erros e corrigir eventuais gargalos que estejam impedindo seu negócio de crescer.

Além disso, o contador tem a função de transformar dados esparsos e sem muito significado em informações precisas e valiosas. Elas servirão para que o empresário — com a ajuda do próprio profissional da contabilidade — possa tomar decisões mais precisas, que levarão seu negócio para outro nível de faturamento e geração de resultados.

Quais são as expectativas para o futuro?

Uma pergunta que muitos profissionais de contabilidade fazem é quanto ao futuro dessa profissão. Infelizmente, não é incomum ouvir falar sobre o fim dessa atividade. Porém, na imensa maioria dos casos, trata-se de informações pouco confiáveis, baseadas na realidade de outros países e que nem sempre têm relação com a profissão de contador em si.

Quanto ao futuro, é preciso ter em mente que a contabilidade é uma ciência centenária. Os primeiros registros executados pelo frei Luca de Pacioli datam de 1440. Ao longo dos séculos, a profissão de contador foi se adaptando às necessidades do mundo empresarial e ganhando importância — em 1926, até foi instituído o Dia da Contabilidade!

A cada ano, mais mudanças vêm ocorrendo. Especialmente no Brasil, estamos testemunhando um crescimento e fortalecimento dos órgãos de fiscalização. Assim, ainda que muitas das atividades contábeis tenham deixado de ser manuais e substituídas por processos online, esse profissional vem se tornando cada vez mais requisitado.

A verdade por trás do futuro da profissão contábil é que, por mais que a tecnologia evolua, o contador ainda continuará na posição de destaque e controle dessa ciência. Assim, em vez de sistemas substituírem o contador, eles acabam se tornando simples ferramentas nas mãos de quem, efetivamente, entende a importância do seu trabalho.

Para você ter uma ideia, não é difícil encontrarmos escritórios de contabilidade que têm dificuldade para encontrar novos profissionais. O próprio portal do Guia da Carreira divulgou uma pesquisa feita pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) que mostra que a profissão de contabilidade tem uma empregabilidade superior a 90%.

Isso deixa muito claro que o contador é extremamente requisitado, mesmo depois de tantas mudanças e da inserção da tecnologia no ambiente empresarial.

Por fim, podemos concluir que a atividade contábil e o papel do contador nas empresas continuam firmes e indispensáveis. No entanto, é imprescindível que ele se mantenha sempre atualizado quanto às novidades do universo tecnológico, com seus sistemas inovadores, e também quanto aos novos conceitos que vão sendo desenvolvidos de acordo com as mudanças legais do país.

Se você quiser continuar estudando sobre o assunto, confira outro post que preparamos. Nele, mostraremos um pouco mais sobre o Dia do Profissional da Contabilidade, a origem e a evolução da profissão.

 

As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Frase dinâmica vendedora de acordo com a caregoria para ter um melhor efeito!

Oferta especial

Até
70
%
off
Teste agora


Sistema de Controle Financeiro para seu Negócio

Veja também

Dicas para escolher o melhor escritório de contabilidade

Encontrar um escritório de contabilidade não tem sido uma tarefa fácil. Afinal,…

Leia Mais

O que são indicadores de desempenho e quais você deve acompanhar?

Você sabia que o acompanhamento de indicadores de desempenho é essencial para…

Leia Mais

Saiba como fazer o balanço patrimonial para os seus clientes

Tem uma empresa e quer manter o controle financeiro de forma apropriada?…

Leia Mais