Image Alt Text
Controle seu negócio

O que são indicadores de desempenho e quais você deve acompanhar?

Você sabia que o acompanhamento de indicadores de desempenho é essencial para garantir o sucesso do seu negócio? Por meio dessas informações, é possível adotar as estratégias mais adequadas para a sua empresa obter vantagem competitiva no mercado.

Porém, é importante contar com o auxílio de soluções tecnológicas para garantir a maior eficiência na análise desses dados. Afinal, trabalhos manuais estão sujeitos a erros e omissões, o que pode fazer com que você tome uma decisão de maneira equivocada. Além disso, o uso de softwares especializados contribui para a otimização dos processos internos da sua empresa.

Por esse motivo, preparamos este post para explicar por que é importante acompanhar alguns indicadores de desempenho e financeiros do seu negócio. Além disso, mostraremos algumas dicas de como escolher as melhores métricas para a sua empresa e como a tecnologia pode ajudar nessa questão. Ficou curioso para saber mais sobre o assunto? Então, é só continuar a leitura!

O que são indicadores de desempenho?

Os indicadores-chave de desempenho, ou Key Performance Indicators (KPI), são métricas utilizadas pelas organizações para avaliar a performance dos seus setores. Eles são muito úteis para o processo de tomada de decisões do negócio e para analisar a solidez da empresa no mercado. A partir da sua análise, é possível identificar setores que precisam de atenção, por exemplo, e aqueles cujas estratégias são tão exitosas que devem ser replicadas em outras áreas.

Portanto, é essencial que você entenda as particularidades do seu negócio para definir os KPIs que devem ser monitorados pelo seu time. Afinal, para que a análise dessas métricas tenha efetividade na sua empresa, elas devem estar alinhadas a seus objetivos e metas.

Para que servem?

A função dos indicadores de desempenho é apresentar a performance de alguma área ou de certos processos empresariais. Por isso, eles são comumente utilizados pelos gestores para auxiliar na tomada de decisão. Devido à sua utilidade, é importante que sejam definidos levando em consideração os objetivos organizacionais. Afinal, existem inúmeros indicadores que podem ser monitorados pelas empresas, mas nem todos vão fazer sentido para o seu negócio.

Por que observá-los?

Ainda não sabe bem por que a sua empresa deve acompanhar indicadores de desempenho? Confira bons motivos abaixo!

Visão ampla dos processos empresariais

Ao monitorar algumas métricas de desempenho, você consegue entender a performance de todos os setores da sua empresa. Com isso, é possível identificar aqueles que devem receber maior atenção.

Clareza sobre a eficiência das estratégias adotadas

Imagine que você tenha decidido implementar uma nova estratégia de vendas na sua empresa. Ao monitorar alguns indicadores relacionados a essa abordagem, consegue entender se vale a pena investir mais recursos e esforços nela ou não.

Tomada de decisão com mais acertos

Como empreendedor, você sabe que tomar boas decisões faz toda a diferença para o sucesso do seu negócio, não é mesmo? Por isso, quanto maior a clareza que você tem em relação aos processos internos, maiores serão as chances de sucesso a partir das decisões tomadas. Nesse sentido, a análise do histórico dos KPIs pode se tornar um grande diferencial competitivo do seu negócio. Afinal, as decisões da sua empresa não serão mais tomadas às cegas.

Facilidade na identificação de problemas

Ao monitorar indicadores de produtividade, por exemplo, você consegue compreender quais setores estão tendo um desempenho abaixo do esperado. Com isso, é possível entender as causas desses resultados e propor ações para resolver os problemas encontrados.

Otimização de recursos

A otimização de esforços e recursos é resultante da maior facilidade de percepção da ocorrência de falhas organizacionais. Isso, porque as ações para corrigir os problemas encontrados podem ser implementadas com maior rapidez, o que contribui para a redução de desperdícios e retrabalhos.

Engajamento do time

O monitoramento de indicadores de desempenho contribui para aumentar a motivação e o engajamento da equipe, já que o alcance de bons resultados, por exemplo, pode ser recompensado com reconhecimento e a oferta de benefícios aos colaboradores. Além disso, a identificação de falhas pode ser um incentivo para que eles vistam a camisa da empresa e atuem em conjunto para reverter a situação.

Como estabelecer indicadores que ajudem o negócio?

A escolha dos indicadores de desempenho que devem ser monitorados nas empresas varia de acordo com as particularidades de cada negócio. Acompanhe, agora, algumas dicas para definir as melhores métricas!

Analise o estágio de crescimento do seu negócio

Avaliar o estágio de crescimento da sua empresa é muito importante para a definição das métricas de desempenho mais adequadas. Por exemplo, imagine que você tenha uma startup. Nesse caso, é mais interessante acompanhar dados sobre a validação do modelo do seu negócio no mercado. Já se você tem uma empresa grande e consolidada, o foco deve ser direcionado a indicadores como o custo por aquisição. Portanto, antes de definir o conjunto de indicadores de desempenho que deve ser monitorado pelo seu time, faça uma avaliação do estágio de crescimento do seu negócio, ok?

Foque poucos indicadores

Não existe um número ideal de métricas de performance que as empresas devem acompanhar, pois a quantidade varia de acordo com as particularidades de cada negócio. O interessante, de todo modo, é que sejam definidos apenas alguns indicadores que reflitam os objetivos organizacionais. Assim, além de o monitoramento se tornar mais simples, é possível extrair informações realmente úteis para orientar o processo de tomada de decisão.

Escolha métricas diretamente relacionadas aos objetivos do negócio

A escolha de cada KPI deve estar diretamente relacionada a um objetivo específico da sua empresa. Por isso, um passo anterior à escolha das métricas é entender quais são os objetivos que você deseja alcançar. A partir dessa definição, você pode escolher um indicador para cada meta traçada. Assim, é possível acompanhá-los ao longo do tempo para saber se a empresa deve estabelecer novas estratégias para cada meta.

Quais os tipos de indicadores de desempenho?

A seguir, apresentamos alguns dos principais tipos de indicadores de performance. Acompanhe!

Indicadores de produtividade

Esses indicadores avaliam a performance da empresa quanto ao uso de recursos em um determinado processo durante um intervalo de tempo específico. Nesse caso, quanto mais o seu negócio consegue produzir utilizando a menor quantidade de recursos possível, mais produtivo ele é.

Porém, é importante considerar que esse tipo de indicador avalia apenas a eficiência da sua empresa, e não a qualidade do trabalho. Afinal, se a sua equipe consegue produzir muito e com poucos recursos, isso não significa dizer, necessariamente, que os resultados são excelentes, certo?

Portanto, ao avaliar os indicadores de produtividade na empresa, você consegue definir alguns padrões de eficiência nos processos. Além disso, passa a poder responder a questões como as seguintes:

  • Qual é a capacidade de produção da empresa?
  • Em quanto tempo a empresa consegue produzir essa capacidade?
  • Quais são os recursos necessários para essa produção?
  • Qual é a qualidade final dos produtos?

Com base nessas informações, é possível identificar algumas ações de melhoria a serem adotadas. Além disso, essas respostas são úteis para mostrar alguns gargalos que estão prejudicando o nível de produtividade do seu negócio.

Indicadores de qualidade

Os indicadores de qualidade, como o nome já diz, servem para determinar a qualidade dos processos e dos produtos produzidos pela sua empresa. Por exemplo, se você tem uma fábrica de roupas, esse indicador pode fornecer informações sobre a quantidade de peças defeituosas.

Além disso, esse tipo de métrica pode ajudar a responder a perguntas como:

  • Qual é o percentual de entregas atrasadas?
  • Quantas solicitações feitas pelos clientes não foram atendidas?
  • Quantos chamados para assistência técnica não foram atendidos?

Em conjunto com a análise desse tipo de indicador, é importante aplicar pesquisas de satisfação com os clientes. Dessa forma, você consegue identificar alguns pontos que precisam ser melhorados, a fim de aumentar o padrão de qualidade da sua empresa.

Indicadores de capacidade

Essas métricas são utilizadas para mensurar quanto a sua empresa consegue produzir em um determinado período. Também podem ser utilizadas para avaliar a capacidade de produção da equipe ou dos colaboradores, individualmente.

Algumas perguntas para a análise desse tipo de indicador são:

  • Quantos atendimentos são realizados diariamente?
  • Quantas visitas técnicas são realizadas mensalmente?
  • Qual é a quantidade de peças produzidas por hora?

É importante destacar que a análise dos indicadores de capacidade, juntamente aos de qualidade e produtividade, ajuda você a saber qual é o nível de competitividade da sua empresa. Portanto, se você quer se destacar dos concorrentes, não negligencie esses resultados, certo?

Indicadores estratégicos

Esses indicadores se relacionam ao planejamento estratégico do seu negócio e mostram qual é o futuro esperado para a organização. Ou seja, por meio da análise dos seus resultados, é possível identificar se o seu negócio está próximo ou não de alcançar os resultados projetados anteriormente. Dessa forma, você poderá compreender quais ações devem ser tomadas para alcançar os resultados traçados para o seu empreendimento.

Quais indicadores de desempenho acompanhar?

Agora, vamos conferir alguns dos principais indicadores de desempenho que você deve acompanhar na sua empresa!

Valor do ticket médio

O ticket médio é uma métrica utilizada para avaliar o desempenho das vendas da sua empresa, ou seja, ele calcula o valor médio gasto por cliente. Por meio do seu resultado, é possível entender o comportamento do consumidor com a sua marca e inferir o nível de satisfação dele com o seu negócio.

O cálculo é feito da seguinte forma:

  • Ticket médio = faturamento total ÷ número de pedidos

Portanto, quanto maior for o resultado desse indicador, melhor é a situação da sua empresa. Ainda assim, é preciso entender que não existe um intervalo específico que evidencie que o valor encontrado é bom, já que essa faixa varia de acordo com o segmento de atuação, por exemplo.

Taxa de sucesso de vendas

A taxa de sucesso de vendas é uma métrica utilizada pelas empresas para chegar ao número de vitórias obtidas em cada negociação realizada durante determinado período. O seu cálculo é feito da seguinte forma:

  • Taxa de sucesso de vendas = quantidade de oportunidades abertas ÷ quantidade de vendas fechadas

Quanto menor for esse resultado, melhor para o seu negócio. Além disso, ao avaliar esse indicador, é possível identificar quais ações devem ser adotadas para melhorar a situação da empresa.

Índice de turnover

Essa métrica avalia o grau de rotatividade dos colaboradores no seu negócio e é calculada por meio da seguinte fórmula:

  • Índice de turnover = [(número de admissões + número de demissões) ÷ 2] ÷ total de colaboradores ativos

Alguns empreendedores acreditam que o turnover deve ter resultados próximos a zero. Porém, é saudável ter uma determinada taxa de rotatividade. O preocupante é quando esses valores são muito elevados, pois isso pode indicar problemas como: remuneração abaixo da média do mercado; falta de infraestrutura; e administração ineficiente.

Nível do serviço de entregas

A análise desse indicador é importante para que você entenda a performance da sua operação de transporte e para saber se a sua cadeia de suprimentos funciona de maneira adequada. O seu cálculo leva em consideração aspectos como: precisão das operações; satisfação do cliente; tempo de entrega; e quantidade de devoluções.

Devido à sua importância, o acompanhamento desse KPI não deve ser negligenciado no seu negócio. Afinal, por meio do seu resultado, você consegue identificar alguns problemas, como atrasos nas entregas feitas em determinadas regiões, e adotar ações para resolvê-los.

Como acompanhar esses números?

Para que você possa entender e analisar todos os indicadores de desempenho essenciais para o seu negócio, é importante investir em softwares especializados. Afinal, todo trabalho realizado manualmente está mais sujeito a erros e omissões, o que prejudica o processo de tomada de decisões.

Além disso, para que você consiga extrair informações valiosas dessas métricas, é importante analisar a evolução dos seus resultados ao longo do tempo. Para isso, é preciso avaliar uma ampla base de dados e cruzar várias informações, de modo que seja possível extrair conclusões relevantes para a sua empresa.

Então, se você quer alcançar resultados cada vez melhores, é essencial contar com o auxílio de programas especializados, principalmente para fazer o acompanhamento de indicadores financeiros, que são fundamentais em qualquer negócio.

Por que incluir metas e indicadores financeiros?

Não basta propor ações para melhorar o desempenho da sua empresa, é preciso fazer um diagnóstico financeiro e definir algumas metas e objetivos nesse campo. Além disso, é importante escolher os indicadores que devem ser monitorados para garantir a saúde das finanças do seu negócio.

Confira, abaixo, quais deles você não pode deixar de acompanhar!

Retorno do Investimento (ROI)

O ROI é um indicador utilizado para identificar o montante de rendimentos recebidos a partir do investimento de um determinado volume de capital. O seu cálculo pode ser realizado por meio da seguinte fórmula:

  • ROI = (rendimento obtido – investimento inicial) ÷ investimento inicial

O resultado indica quantas vezes o retorno obtido foi maior que o investimento realizado inicialmente. Portanto, quanto maior o valor do ROI, melhor para a sua empresa.

Liquidez Corrente

Essa métrica é muito importante, pois mede a capacidade da empresa de cobrir os custos de todas as suas dívidas no curto prazo. O seu cálculo é feito da seguinte forma:

  • Liquidez Corrente = Ativo Circulante ÷ Passivo Circulante

Se o resultado for maior que 1, significa que a sua empresa tem um montante de recursos superior ao necessário para cobrir as suas dívidas. Se for menor que 1, o seu negócio não tem capital suficiente para quitar as dívidas de curto prazo. Já se for igual a 1, o montante de capital que você tem é equivalente ao necessário para cobrir as dívidas de curto prazo. Com base nessas informações, você consegue entender por que é importante fazer esse cálculo, certo?

Margem Bruta

Acompanhar esse indicador é fundamental para garantir a saúde financeira do seu negócio. O seu resultado mostra quanto você ganha por cada venda realizada. Para isso, levam-se em consideração todos os gastos necessários para produzir e vender o produto ou o serviço prestado pela sua empresa. O cálculo é feito da seguinte forma:

  • Margem Bruta = (Lucro Bruto ÷ Receita Total) * 100

Por exemplo, se a margem bruta do seu negócio for equivalente a 24%, significa dizer que você obteve R$ 0,24 de lucro para cada real da sua receita.

EBITDA

O termo EBITDA vem do inglês, ”Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization”, o que significa ”lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”.

Essa métrica mostra a geração de caixa da sua empresa. É importante, pois aponta quanto o seu negócio gera de recursos apenas em suas atividades operacionais, sem considerar as depreciações, amortizações e outros efeitos financeiros. O seu cálculo é realizado da seguinte forma:

  • EBITDA = Lucro Operacional Líquido + Amortização + Depreciação

O EBITDA é usado para avaliar a capacidade de geração de valor de uma empresa e é uma das métricas mais importantes para a compreensão do real desempenho das empresas.

Índice de Cobertura de Juros

Esse indicador mensura a capacidade de pagamento dos juros originados de dívidas e empréstimos contraídos pelo seu negócio. O seu cálculo é feito da seguinte forma:

  • Índice de Cobertura de Juros = EBITDA ÷ Despesas Financeiras com Juros

Nesse caso, quanto maior for o valor desse índice, maior é a capacidade da empresa de honrar o pagamento das suas despesas financeiras. Portanto, esteja atento a esse resultado!

Margem Operacional

Essa métrica se refere ao valor final do orçamento após descontar todas as despesas operacionais, com exceção do Imposto de Renda. O seu cálculo pode ser feito da seguinte forma:

  • Margem Operacional = (Lucro Operacional ÷ Receita das vendas) * 100

O seu resultado é utilizado pelos gestores para medir a eficiência dos processos da sua empresa durante determinado período. Porém, cabe destacar que não existe um valor ideal para esse indicador. O importante é que você faça uma análise da média do setor em que o seu negócio está inserido. Dessa forma, é possível identificar se a sua margem operacional está de acordo com o esperado para o seu segmento de atuação.

Que tipo de ferramenta ajuda a acompanhar os dados?

Se você quer garantir a maior eficiência na análise de indicadores financeiros, é essencial contar com um sistema de gestão financeira, como o QuickBooks. Por um valor mensal bastante atrativo, você consegue facilmente:

  • Acompanhar as entradas e saídas do seu negócio, o que permite analisar a diferença entre receitas e despesas;
  • Saber o saldo em caixa na data atual e o valor projetado;
  • Entender se é o momento de reinvestir ou se é necessário renegociar prazos para manter a saúde financeira da sua empresa.

Dessa forma, você consegue ter maior clareza sobre as finanças do seu negócio. Com isso, terá a capacidade de tomar decisões acertadas e inteligentes para se destacar diante da concorrência e, assim, alcançar melhores resultados.

Como escolher a solução ideal?

Se você ainda está em dúvida sobre se vale a pena investir no QuickBooks, saiba que essa é uma das ferramentas mais completas que existem no mercado para auxiliar no acompanhamento de indicadores financeiros.

Além de contar com o auxílio de um suporte muito eficiente, você tem acesso a vários recursos para otimizar os seus processos internos, como:

  • Uso de tags personalizáveis para acompanhar os pagamentos;
  • Envio de boletos e faturas, o que garante maior agilidade nas cobranças;
  • Integrações bancárias inteligentes;
  • Elaboração de relatórios que fornecem informações relevantes para a tomada de decisões;
  • Monitoramento do fluxo de caixa e demonstração de resultados.

Com isso, você elimina vários processos manuais e garante maior eficiência na sua empresa.

Como você pôde perceber, o monitoramento de indicadores de desempenho e financeiros é fundamental para qualquer negócio. Afinal, essas métricas fornecem informações valiosas, que contribuem para que as decisões tomadas sejam cada vez mais precisas.

Para obter sucesso nessa análise, porém, é muito importante contar com o auxílio de ferramentas que garantam a eficiência no tratamento e interpretação dos dados relevantes para o seu empreendimento. Para isso, você pode contar com o QuickBooks!

Gostou deste post? Entendeu a importância de fazer o monitoramento de alguns indicadores de desempenho do seu negócio e como a tecnologia pode ajudar nessa questão? Então, veja agora mesmo como o QuickBooks pode ajudar a sua empresa!


Artigos Relacionados