2021-04-30 15:47:44 Controle seu Negócio English Conheça como funciona cada regime e saiba escolher a melhor opção para o seu negócio, além de conferir dicas valiosas de controle... https://quickbooks.intuit.com/br/blog/br_qrc/uploads/2021/04/regime-de-caixa-e-de-competencia.jpeg https://quickbooks.intuit.com/br/blog/controle-seu-negocio/saiba-como-escolher-entre-regime-de-caixa-e-regime-de-competencia/ Regime de caixa ou de competência? Saiba como escolher! %%sep%% %%sitename%%

Saiba como escolher entre regime de caixa e regime de competência

6 min de leitura

Administrar uma empresa é uma tarefa desafiadora, sobretudo para quem ainda está começando. É preciso estar em dia com as obrigações legais e, ao mesmo tempo, construir uma estratégia de gestão para impulsionar o crescimento do negócio. Um bom exemplo disso é a necessidade de entender conceitos como regime de caixa e regime de competência.

Afinal, como sua empresa lida com isso? Se pensar nesse assunto gera algumas dúvidas, não se preocupe. Criamos este conteúdo completo justamente para esclarecer a questão de uma vez por todas. Explicamos a seguir cada um dos regimes, mostrando suas diferenças e onde devem ser aplicados.

Para complementar, trouxemos algumas dicas para você fazer um controle financeiro ainda mais eficiente em ambas as frentes. Então, aproveite a leitura!

O que é regime de competência?

O regime de competência se refere aos registros de atividades contábeis com base na data do chamado fator gerador. De forma simplificada, a contabilidade deve ter o controle dos eventos da empresa com base no momento em que eles foram realizados — seja uma venda, seja uma compra —, independentemente da data de pagamento ou recebimento.

Algo que todo empreendedor deve ter em mente é que isso não é uma questão de preferência: a própria legislação brasileira exige que as informações estejam atreladas ao dia de emissão do documento. Em outras palavras, o que importa aqui é a data de realização do serviço (ou compra, venda, desconto etc.).

Se sua empresa fechou um contrato com um fornecedor para comprar um material agora e pagar daqui a 30 dias, por exemplo, o regime de competência deve registrar o evento no momento de formalização da compra — ou seja, hoje.

O que é regime de caixa?

Se o regime de competência lida com a contabilidade, o regime de caixa, por sua vez, diz respeito ao controle feito pelo departamento financeiro. Nesse caso, as informações registradas terão como base as datas nas quais há uma transação financeira.

No exemplo acima, em que sua empresa solicita ao fornecedor uma compra a ser paga em 30 dias, o regime de caixa terá como base o momento do pagamento desse valor. Veja que a relação aqui é com o fluxo de caixa, algo essencial para que o gestor avalie o desempenho da empresa.

Não é à toa que o regime de caixa e o regime de competência costumam servir a propósitos diferentes — o primeiro ao gestor financeiro e o segundo à contabilidade. Ao final do mês, cada departamento poderá gerar um relatório com suas atividades e, nele, encontrará informações voltadas aos seus interesses específicos.

Assim, o contador terá em mãos um registro atrelado às datas dos documentos emitidos para cada evento, enquanto o financeiro dará mais atenção às entradas e saídas.

Quais são as principais diferenças entre regime de caixa e regime de competência?

Como destacamos acima, um primeiro ponto a se ter em mente é o período que cada regime adota como referência. Consequentemente, isso impacta a visão que o contador ou o gestor financeiro terá sobre as atividades realizadas. Um ponto que merece atenção é o impacto disso na rotina da empresa.

Imagine que no mês de fevereiro você solicite uma compra de materiais para estoque no valor de R$ 5.000,00. O pagamento foi acordado para ser feito em 2 parcelas de 50% (R$ 2.500,00), com 30 e 60 dias de prazo — ou seja, metade do valor no mês seguinte e a outra metade depois de mais um mês.

O regime de competência de fevereiro indicará uma despesa de R$ 5.000,00, mesmo que nenhuma parcela ainda tenha sido paga. Já o regime de caixa não terá esse registro, pois as parcelas só serão pagas nos dois meses seguintes. O que isso significa?

Para começar, o caixa atual ainda tem esse dinheiro, mas ele representa uma espécie de crédito. Se a empresa fizer as vendas necessárias para ter receita e cobrir a compra, as coisas seguem bem. Entretanto, se uma nova despesa for feita sem planejamento, o caixa pode ser comprometido e, no mês seguinte, a empresa talvez não dê conta de pagar todas as suas contas.

Podemos comparar esse erro com um cenário de uso do cartão de crédito. Se a pessoa compra algo parcelado e esquece que no mês seguinte terá que arcar com essa despesa, outra compra pode comprometer parte do orçamento. Mas, afinal, como encontrar um equilíbrio entre ambos os regimes?

Como tirar proveito desses conceitos para ter saúde financeira?

O regime de caixa e o regime de competência são fundamentais para a contabilidade e o financeiro, respectivamente. Ainda assim, pode ser mais produtivo para sua empresa escolher um deles para uso no dia a dia da administração. A boa notícia é que existe uma maneira de evitar erros e até tirar proveito desses conceitos.

A compreensão dos regimes é uma forma de promover a maturidade do negócio, entendendo a dinâmica financeira das suas atividades para conduzir melhor a empresa e garantir o equilíbrio das contas. Uma boa estratégia para ter sucesso nessa prática é colocar a tecnologia para trabalhar a seu favor.

Ao adotar um bom sistema de gestão financeira, você centraliza os dados da empresa em um ambiente digital seguro, confiável, inteligente e fácil de usar. O QuickBooks é um bom exemplo disso. Do ponto de vista da contabilidade, a plataforma permite integração total ao seu contador, deixando você livre da atividade burocrática de organizar e enviar documentos impressos todo mês para quem presta esse serviço a você.

Já a gestão financeira da empresa tira proveito de um ambiente digital organizado, com diversas funcionalidades para você controlar suas contas de maneira eficiente. Os relatórios de desempenho do QuickBooks, por exemplo, oferecem uma visão geral — e também mais detalhada — das suas finanças, ajudando nas tomadas de decisão mais sensíveis do dia a dia.

Tendo em vista o regime de competência e o regime de caixa, a plataforma permite:

  • Gerar relatórios;
  • Monitorar o fluxo de caixa em tempo real;
  • Fazer lançamentos contábeis em diferentes moedas;
  • Gerar demonstrativos do fluxo de caixa;
  • Editar livros contábeis (mesmo os já fechados).

Os relatórios podem ser lançados tanto no regime de caixa quanto no de competência. Isso significa que você pode compará-los para entender qual método é mais adequado para sua gestão. Se a saúde financeira fica melhor com um controle baseado nas datas dos eventos, você adota o regime de competência; se a gestão é mais fácil e eficaz com o acompanhamento das despesas, o regime de caixa pode ser o ideal.

Como você pôde ver, são conceitos que partem de pontos de vista diferentes para embasar as atividades contábeis e financeiras. Então, leve essas dicas com você e tire proveito da tecnologia para encontrar um modelo de gestão que traz mais benefícios para sua empresa!

Quer entender melhor como isso pode ser feito no ambiente específico do seu negócio? Agende um bate papo com um dos consultores do QuickBooks!

 

As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Frase dinâmica vendedora de acordo com a caregoria para ter um melhor efeito!

Oferta especial

Até
70
%
off
Teste agora


Sistema de Controle Financeiro para seu Negócio

Veja também

Como definir personas? Confira um guia completo!

Imagine que você precisa presentear alguém que não conhece. É uma tarefa…

Leia Mais

DRE na Contabilidade: o que é e como funciona?

Gerenciar um negócio exige uma boa organização na área de finanças. Pensando…

Leia Mais

O que é bitributação? Veja exemplos e como funciona

O gerenciamento de tributos cria oportunidades para as empresas, pensando em uma…

Leia Mais