2017-09-18 10:13:02Fluxo de caixaEnglishA sazonalidade faz com que o capital de giro seja vital para a empresa. Listamos algumas dicas para manter o capital de giro da sua empresa...https://quickbooks.intuit.com/br/blog/br_qrc/uploads/2017/09/Como-manter-capital-de-giro-em-empresas-sazonais-.jpghttps://quickbooks.intuit.com/br/blog/fluxo-caixa/capital-de-giro-em-empresas-sazonais/7 dicas para manter o capital de giro em empresas sazonais

7 dicas para manter o capital de giro em empresas sazonais

5 min de leitura

Um bom controle do capital de giro é indispensável para uma gestão empresarial eficiente. Qualquer empresa precisa de capital de giro para cobrir as despesas operacionais diárias e cumprir as obrigações de dívidas de curto prazo. Se o seu negócio é sazonal, o desafio para manter o capital de giro é ainda maior do que em uma empresa tradicional.

A sazonalidade nos negócios faz com que a demanda do consumidor aumente e diminua drasticamente, afetando o fluxo de caixa e o capital de giro. Se o empreendedor não estiver preparado para isso, sinal de alerta!

Conversamos com o economista Matheus Fernandes e listamos algumas práticas que podem ser bem úteis para o capital de giro da sua empresa sazonal ficar sempre no verde. Confira!

  • Financiamento de recursos

Fazer um financiamento para o seu negócio sazonal depende de vários fatores, mas o primeiro passo é analisar bem os tipos de empréstimos comerciais e financiamento de capital de giro disponíveis no mercado, que são projetados para cobrir curto e médio prazo.

Um financiamento pode ajudar no primeiro momento, mas um negócio que não se sustenta sozinho não prospera. Para um microempresário é importante ser muito realista e seguro a respeito do financiamento, pois ele pode se tornar um problema sério bem rapidamente. A dica é não financiar uma operação para obter o mínimo, financie para alavancar ou investir em novos equipamentos, por exemplo.

Leia também: 3 consequências de não ter as finanças em dia

  • Fechamento temporário

Essa medida parece bem radical à primeira vista, mas pode fazer sentido se sua empresa for demasiadamente sazonal. Ao invés de lutar para manter os custos de operação sem a mesma receita, o mais indicado pode ser baixar as portas naquele período. É evidente que o encerramento completo significa zero de receita, mas, ao mesmo tempo, esse período desligado permite que você minimize as despesas, como pagamento de funcionários e estoque. Vale ressaltar que essa opção é mais adequada quando o ponto é próprio ou o serviço é móvel.

Tem dúvidas se essa é a melhor opção para a sua empresa? “Olhe o histórico do fluxo de caixa de períodos semelhantes, verifique as receitas passadas e compare com os custos de funcionamento mensais médios. A equação é simples e eficiente”, garante o economista Matheus Fernandes.

  • Fechamento parcial

Se a opção de ficar a temporada toda fechada parece muito drástica para você, uma opção é reduzir o horário de funcionamento ou, por exemplo, fechar alguns dias da semana. Essa é uma prática bem comum em empresas de varejo, já que representa uma redução significativa nos custos de funcionários full-time e estoque.

O grande objetivo do fechamento parcial é reduzir os gastos gerais conforme a receita produzida. Essa sutil redução pode ser um alívio nas despesas e uma válvula de escape da falência.

Leia também: 6 dicas para controlar seu capital de giro

  • Fluxo de caixa, sempre!

Um planejamento bem feito é peça chave para o capital de giro de uma empresa sazonal se manter positivo. O fluxo de caixa garante uma projeção completa de como a empresa está se comportando e de como estão os dividendos e os recebíveis da empresa a curto e longo prazo, o que faz toda a diferença em uma empresa sazonal. O QuickBooks é um software de gestão financeira online que faz fluxo de caixa completo e ajuda o empreendedor a manter a saúde do negócio mesmo nos meses mais difíceis.

  • Mantenha a mão firme nos recebíveis

As contas a receber são componentes essenciais na geração de um bom fluxo de caixa. Quando a empresa é sazonal, as contas a receber acabam se tornando a principal fonte para o capital de giro. Seus clientes estão com pagamentos atrasados? Pegue firme na cobrança e não dê crédito sem garantias. Mude a forma de negociar com os compradores e encontre incentivos para pagamentos à vista.

Leia também: 4 dicas para lidar com a inadimplência de seus clientes

  • Adapte o seu negócio

Uma alternativa para manter o capital de giro saudável nos meses mais fracos é a adaptação dos negócios. Que tal incluir novos produtos ou criar ofertas que são válidas apenas em determinadas épocas do ano? Trazendo um cliente diferente na baixa temporada, você consegue substituir parte da receita perdida e manter o capital de giro sob controle.

  • Produtividade na baixa temporada

Além dos tópicos essenciais para minimizar os danos causados no capital de giro, já pensou em usar a baixa temporada para deixar a “casa” em ordem? Treinamentos, cursos, pesquisas de mercado e todos esses afazeres essenciais para uma empresa prosperar podem ser realizados nesse período.

Quer testar um sistema ou processo novo? Essa é a hora! Quando o negócio voltar a bombar, sua empresa vai estar nos eixos, pronta para vender mais e com o capital de giro redondinho para enfrentar os meses mais fracos.

Chegou até aqui mas ainda tem dúvidas do que é capital de giro? Sugerimos a leitura: Capital de giro: o que é e como calcular

Exercer um negócio sazonal não precisa ser uma dor de cabeça. Com boas estratégias você pode aproveitar sua alta temporada da melhor maneira e manter um capital de giro seguro durante os meses mais fracos.

Um empreendedor sagaz que faz um bom fluxo de caixa e gerencia de maneira excelente o capital de giro consegue sair na vantagem durante a baixa temporada. A previsibilidade do número de vendas que esses relatórios proporcionam ajuda o empreendedor a saber o que esperar para o orçamento dos meses mais difíceis.

Cadastre-se no QuickBooks para organizar as finanças da sua empresa sazonal e tenha um auxílio extra no controle financeiro, com elaboração de relatórios, fluxo de caixa completo, agenda de contatos e muito mais!

 

 

As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Artigos Relacionados

Capital de giro: o que é e como calcular

Toda empresa, independente da sua natureza, precisa ter recursos necessários para que…

Leia Mais

Análise de risco e capital de giro: entenda como funcionam

Para atingir desempenhos satisfatórios, empresas de todos os tamanhos lançam mão de…

Leia Mais

Controle financeiro: 8 passos para você começar a fazer agora

Ter o controle financeiro de um negócio exige a organização das finanças…

Leia Mais