plano de negócios empresarial
Gestão

Passo a passo para montar um plano de negócios empresarial

Se você planeja abrir um escritório de contabilidade, o passo inicial deve ser criar um plano de negócios. Ele te ajuda a materializar cada parte a ser realizada para ter os melhores resultados na sua gestão.

Essa ferramenta serve para prevenir erros, potencializar oportunidades — que talvez nem tivessem sido notadas — e fazer sua empresa crescer. Neste post você vai aprender a montar um plano de negócios de um jeito simples.


O que é um plano de negócios?

O plano de negócios descreve as etapas que uma empresa deve passar para alcançar seus objetivos, metas e crescimento. Com o documento criado, é possível identificar se uma ideia de negócio é viável. 

As informações são apuradas do ponto de vista estratégico, mercadológico, operacional e financeiro para diminuir possíveis incertezas e riscos do negócio. O plano de negócios também é exigido por bancos e investidores para atestar a viabilidade de uma empresa.


Por que é importante fazer um plano de negócios?

 Criar um plano de negócios é importante para o gerenciamento estratégico do futuro escritório de contabilidade e captação de investimentos. É um documento que beneficia desde o início das operações da empresa até o seu desenvolvimento.

Uma vez criado o plano, ele é usado como referência para solicitar empréstimos e contratar financiamentos. Ele serve como uma análise profunda sobre diferentes aspectos do seu negócio.

Conheça as sete etapas que formam um plano de negócios. É importante escrever cada uma das fases e realizar pesquisas na construção desse plano.



1.   Sumário executivo


O sumário executivo reúne dados sobre os serviços de contabilidade que o escritório irá prestar e o perfil de cliente que deseja atender. Pontue se terá um escritório físico ou 100% online, sua forma jurídica e enquadramento tributário. Levante também:


●     Missão: o propósito do seu escritório de contabilidade, ou seja, quais problemas deseja resolver;

●     Visão: objetivos do negócio a longo prazo;

●     Valores: princípios éticos e morais da empresa junto aos clientes;

●     Descrição do seu negócio e quais são seus diferenciais;

●     Quadro de colaboradores;

●     Qual será o investimento total.


Após esse apanhado, a segunda fase é a análise de mercado. Uma etapa que envolve pesquisas. Acompanhe!


2.   Análise de Mercado

A análise de mercado envolve fazer questionários, entrevistas e estudos sobre os concorrentes. Ela é parte fundamental do planejamento e seus objetivos são:

●     Conhecer mais sobre o seu cliente ideal;

●     Estudar o que concorrentes estão fazendo;

●     Verificar a forma de trabalho dos fornecedores.

A próxima fase tem um foco maior sobre os clientes do seu escritório de contabilidade. É uma das partes mais estratégicas.


3.   Segmentação de clientes

Pessoas compram algo para solucionar problemas ou necessidades. Pensando nas suas soluções contábeis, trace quem é esse cliente e seus hábitos de compra:


●     Faixa etária;

●     Gênero;

●     Escolaridade;

●     Estado civil;

●     Com que frequência busca soluções de contabilidade;

●     Onde busca serviços contábeis;

●     O que o leva a procurar por esse serviço;

●     Quanto pagam pelo serviço contábil.

Já parou para pensar qual segmento de empresa gostaria de atender? Essa é uma estratégia valiosa para diferenciação de mercado. Definir isso contribui na análise da fase seguinte.

 

LEIA TAMBÉM: 8 formas de ganhar dinheiro com contabilidade pela internet!

 

4.   Análise da concorrência

Faça uma análise de outros escritórios de contabilidade e verifique seus diferenciais e pontos fracos. Colete informações sobre:


●     A qualidade dos serviços ofertados e dos atendimentos;

●     Quais softwares contábeis são usados;

●     O que fará com que os clientes escolham sua empresa e não a dos concorrentes.


Invista nos detalhes para essa apuração e, após isso, a próxima etapa trata de uma área mais interna, a operacional.



Você vai gostar de ler também: O que é contabilidade digital?



5.   Plano operacional

 Planeje toda a parte operacional, como cargos, número de trabalhadores e capacidade de atendimento. Conte com suporte tecnológico para otimizar o tempo das tarefas.

 Uma ação estratégica é aproveitar os dados lançados pelo setor financeiro para o departamento contábil. Essa forma garante o fechamento dos balanços contábeis rápido. O trabalho com importação de informações dá mais liberdade para focar em outras atividades que o escritório vai demandar.


6.   Plano de Marketing

 As estratégias de marketing devem se conectar com a construção de uma presença digital do seu escritório contábil. Um bom plano de marketing será responsável por impulsionar as suas vendas.

 Descreva os diferenciais que cada um dos serviços prestados tem e depois arme as estratégias. Planeje também como será:


●     A produção de conteúdos e propagandas;

●     Gastos com tráfego digital (serviço de distribuição dos seus conteúdos a internautas que são clientes em potencial);

●     Formar uma equipe comercial do seu escritório contábil e disponibilizar ferramentas adequadas.


Dica: Baixe um e-book exclusivo sobre marketing digital contábil e vendas


Feito o plano de marketing, é hora de se pensar no plano financeiro. Esta é a última etapa do plano de negócios.


7.   Plano Financeiro


Consolide os números do seu futuro negócio e assim chegará no valor final necessário. Faça esse processo em quatro passos:


1.    Investimentos fixos

Equipamentos, utensílios e bens para o funcionamento do escritório de contabilidade.

2.    Capital de giro

Quantia de dinheiro ideal considerando toda a estrutura para iniciar atendimentos. Inclui itens como pagamento de fornecedores e estoque inicial.

3.    Investimentos pré-operacionais

Gastos com pagamento de taxas e do registro de empresas, reformas de imóveis, hospedagem em sites, softwares usados.

4.    Captação

 Avalie se esse montante partirá de recursos próprios ou de terceiros, como investidores e bancos, e use o plano de negócios para a captação.

 Pronto! Agora você conhece todas as sete etapas de um plano de negócios. Ele pode ser feito em um simples arquivo de Word.



Como fazer a empresa crescer?


Os projetos de crescimento para a empresa sempre devem existir e ser atualizados no plano de negócios. Eles podem envolver a oferta de novos serviços e o aumento do número de clientes.


O QuickBooks tem um painel financeiro para você monitorar a realidade da sua empresa conforme seu planejamento de finanças. Confira as vantagens:


●     Acesso a mais de 70 relatórios financeiros que servem de base para a oferta de serviços contábeis especializados;

●     Plano de contas, fluxo de caixa, balanço patrimonial e projeções financeiras são realizadas com automação para você e seus clientes;

●     Diversas planilhas podem ser importadas e há integração com ERPs contábeis.

 

Com as funcionalidades do QuickBooks você pode acelerar o crescimento da sua empresa. Assista o depoimento de um contador!


Artigos Relacionados