como fazer um webinar
Inovacao

Saiba como fazer um webinar de sucesso para atrair mais clientes

Por conta da pandemia de Covid-19, os anos de 2020 e 2021 foram os que catalisaram a inovação no mercado brasileiro. Esse é um efeito comum das grandes crises, que despertam a necessidade de adaptação nos pequenos, médios e grandes negócios. Então, aproveitamos o tema para falar sobre uma modalidade em ascensão: o webinar!

Afinal, você sabe como fazer um webinar de sucesso para a sua empresa? Caso não saiba ainda, sem problemas, pois o nosso objetivo é apresentar essa possibilidade. Para isso, reunimos as principais curiosidades a respeito do tema.

Aqui, respondemos o que é um webinar, como essa estratégia funciona, quais são os benefícios de realizar esse evento, como organizar um e quais são os principais erros para serem evitados. Então, não perca essa oportunidade e acompanhe!


O que é um webinar?

Vamos começar pela dúvida mais simples: o que é um webinar? Trata-se uma expressão inglesa sem tradução direta para o português, mas que serve para indicar os seminários realizados no ambiente virtual. Portanto, em vez da realização de um evento físico, temos aqui sua alternativa digital.

Assim como um seminário presencial, o digital é um evento temático, que promove discussões e palestras que orbitam em torno de um assunto central. Por conta desse perfil, existem webinars educacionais, corporativos e os que provavelmente mais interessam à sua empresa: os comerciais.

Em outras palavras, o objetivo de um webinar comercial é reunir uma audiência formada pelo público-alvo dos seus produtos e serviços. Durante o evento, as suas soluções e aplicações são demonstradas, cativando o público, elevando a autoridade da sua marca e gerando vendas.

Como essa estratégia funciona?

Como pôde notar pela descrição acima, ficou bem claro porque os webinars se tornaram uma tendência nos últimos anos. Afinal de contas, as medidas de distanciamento social, embora importantes e fundamentais, criaram algumas dificuldades para a operação dos negócios.

Foi nesse cenário, no qual empresas precisavam de uma nova forma de alcançar seu público, que os webinars se popularizaram com uma das principais soluções de marketing para superar os desafios da crise. Agora, chega o momento de entender como tudo isso funciona de maneira simples e prática.

Basicamente, a operacionalização de um webinar pode ser resumida em quatro etapas: o planejamento, a divulgação, a organização temática e a realização. Mais à frente, listaremos detalhes sobre cada uma dessas fases, com dicas especiais para a promoção de um evento capaz de gerar resultados.

Mas antes podemos resumir toda a operação. Durante o planejamento, você considera as ferramentas que serão utilizadas para a realização do evento, além fazer todo o trabalho de orçamento para a contratação de serviços e locação/aquisição de materiais, conforme necessário.

Já em termos de resultado, o retorno da estratégia é bastante simples, visível e, até certo ponto, fácil de ser mensurado. Entre outras coisas, o objetivo de um webinar é atrair os consumidores para a sua empresa por meio da oferta de conteúdo especializado de alto nível, o que gera autoridade para a sua marca.

Além de atrair uma grande audiência, o objetivo é converter esses espectadores em consumidores da marca. Para isso, o webinar pode implementar estratégias de links rastreados, efetivamente monitorando o número de acessos à sua página ou de compras originadas a partir do evento.

Também é possível acompanhar, de maneira estimada, o retorno da estratégia em curto, médio e longo prazo, monitorando o aumento do engajamento nas redes sociais e o acréscimo no volume de vendas nos dias seguintes à realização do evento.

Quais são os benefícios de promover um webinar de sucesso?

Gerar tráfego, elevar a autoridade da marca e, evidentemente, atrair novos consumidores: abaixo, explicaremos cada uma dessas vantagens. Acompanhe!

Aumentar o tráfego

Existem várias maneiras de elevar o número de acessos na sua página, sobretudo se considerarmos as soluções de publicidade paga, anunciando nos mecanismos de pesquisa e nas redes sociais. No entanto, poucos acessos são tão qualificados como aquele que inicia em um webinar.

Pense com a gente. Quem clica em um anúncio apresenta uma margem razoável de interesse em determinado produto ou solução, mas esse lead nem sempre estará propenso a converter uma venda.

Por outro lado, quem acompanha um evento virtual, dedicando minutos de sua atenção a uma marca, está muito mais propenso a comprar a solução a qual está sendo apresentado. Ainda assim, mesmo os acessos que não resultam em vendas são mais favoráveis a gerar engajamento.

Em outras palavras, os acessos via webinar são valiosos e qualificados para uma grande gama de objetivos, apresentando maior probabilidade de conversão de vendas, curtidas, compartilhamento, comentários, seguidas, avaliações e assim por diante.

Criar autoridade

Em geral, negócios têm uma área de expertise correlacionada aos seus serviços. O objetivo de um webinar é aproveitar esse assunto como o ponto focal de uma discussão que, subliminar ou diretamente, apresenta os dilemas do setor e de que forma os seus produtos solucionam essas questões.

Para atingir esse efeito, o webinar pode contar com a participação de especialista. Ao vincular sua empresa a grandes profissionais, você faz com que o consumidor identifique a sua marca como uma referência, qualificando a noção do mercado sobre a qualidade dos seus produtos e serviços.

Atrair clientes

Por último e mais importante, a atração do público-alvo. A audiência de um webinar costuma ser altamente qualificada, pois é muito difícil prender a atenção de quem não tem interesse por aquilo que assiste. Por isso, há um valor tão grande no público que está disposto a ouvir sobre o seu produto.

Desse modo, a sua equipe de marketing precisa determinar estratégias de lincagem, captação de leads e maximização de resultados, fazendo uma ponte entre o evento e o seu objetivo final, que pode ser aumentar a e notoriedade nas redes, lançar um novo produto, gerar o reconhecimento da marca, entre outros.

Como fazer um webinar de sucesso?

Assim como um seminário presencial, a realização de um webinar exige uma grande capacidade de organização e trabalho em equipe. O aspecto digital do evento tende a simplificar alguns fatores, mas ainda demanda uma boa coordenação de expectativas, metas, prazos e contratos.

Da forma como percebemos, existem algumas dicas que são fundamentais para a realização de um webinar de topo de funil, capaz de engajar a audiência e maximizar o retorno de bons resultados. Abaixo, veja cada um desses pontos em detalhes!

1. Elabore um planejamento amplo

Tudo começa pelo planejamento, que é a forma como a organização do evento será centralizada. Nessa dica, estão embutidas as demais que você lerá abaixo, pois essa é uma etapa de pesquisa, conferência de preços, contratações, convites e muita produtividade.

Portanto, o primeiro passo é absorver essa responsabilidade, caso você acredite que tem o tempo necessário para isso ou, imediatamente, delegar esse comando a algum líder da sua equipe de marketing que tenha o perfil necessário para organizar o evento.

2. Defina o tema a ser abordado

Essa é uma dica que varia conforme a sua atividade e os seus produtos e serviços. Se você tem um escritório de contabilidade, pode elaborar um webinar com o tema “Como superar os desafios tributários impostos pela crise”, por exemplo.

Percebe? O objetivo é selecionar um tema com uma dor que o seu negócio pode solucionar, além de ser capaz de despertar interesse no seu público-alvo, tendo como exemplo “Como comprar um carro de maneira prática e inteligente?” para concessionárias ou, então, “Pandemia: como proteger o seu patrimônio na crise?” para profissionais de pesquisa de mercado — que analisam cenários da empresa e ativos no mercado.


3. Escolha a plataforma

Vivemos na era da videoconferência, portanto, cabe a você ou ao profissional responsável, junto do time técnico, selecionar a melhor ferramenta disponível para atender às expectativas do seu evento em relação à audiência, possibilidade de interação, cobranças e assim por diante.

Quanto maior a demanda técnica do evento — ingressos, acesso restrito, audiência volumosa, integração com ferramentas de marketing digital —, mais sofisticado precisará ser o sistema ou conjunto de sistemas a serem contratados para essa transmissão.

4. Convide palestrantes

Essa é uma etapa que varia conforme a sua decisão. Se o tema pode ser perfeitamente abordado por você ou sua equipe, perfeito. No entanto, em caso de empresas de maior porte, é sempre interessante trazer algum palestrante ou personalidade que possa acrescentar valor ao evento.

Inclusive, é comum que grandes marcas em ramos menos técnicos do ponto de vista do consumidor, como cosméticos, moda, games e afins, aproveitem o efeito catalisador da presença de influenciadores digitais, atraindo ainda mais audiência por conta de uma personalidade bem selecionada.


5. Defina a data

Após ter uma lista sólida de quem participará do evento, chega o momento de definir a data, minimizando a probabilidade de reagendamentos, que acabam aumentando a taxa de abstenção no seu evento, reduzindo a audiência estimada a partir das confirmações via e-mail.

Também é importante atentar aos horários para a realização do evento. Realizações muito cedo e tarde demais compartilham de um efeito negativo, que é a inconveniência para o espectador. De igual maneira, existem janelas de tempo que dificilmente são rompidas.

Portanto, realizar o seu evento em um sábado à tarde (lazer) é tão inconveniente quanto em uma segunda-feira ao meio-dia (trabalho). É preciso uma análise considerada do seu público-alvo para identificar o período ideal para que ele dedique tempo e atenção para a sua marca.


6. Crie o roteiro

Após as etapas anteriores, chega o momento de elaborar um roteiro completo sobre o evento, também conhecido como pauta. Esse documento elenca tudo o que acontecerá no evento, destacando a ordem das discussões, os temas, as palestras, os comentários, os debates e as interações com o público.

Dessa forma, é possível conduzir o webinar de maneira mais profissional e, até mesmo, televisiva. Isso reduz consideravelmente a probabilidade de que aconteçam erros de última hora, os quais prejudiquem o engajamento do público com a sua marca e mensagem.


7. Inicie a divulgação

Tendo tudo plenamente organizado, é hora de espalhar a mensagem. Para isso, você deve combinar os aplicativos e as ferramentas selecionados durante o planejamento com as estratégias de marketing e publicidade do seu time, como e-mail marketing, anúncios pagos, blogs, sites, redes sociais e afins.

O objetivo é que uma grande porção do seu público compareça. Inclusive, também é interessante conduzir uma análise de concorrência. Assim, você pode anunciar com o nome deles como palavra-chave, captando a atenção do outro público, aumentando o reconhecimento de sua marca e maximizando sua fatia de mercado.


8. Conte com bons equipamentos

Pode soar óbvio, mas é preciso deixar isso muito claro: no ambiente virtual, qualidade de áudio e imagem são fundamentais. Sem isso, é muito difícil preservar a atenção do espectador, que rapidamente se frustra com a baixa qualidade de produção e segue sua jornada em busca de outro conteúdo.

Portanto, é importante contar com uma equipe técnica que possa identificar bons equipamentos e métodos de filmagem e captação de áudio. Isso vale ainda mais para os casos de transmissão ao vivo, nos quais é preciso definir o delay e adotar medidas que evitem engasgos na transmissão.

9. Crie engajamento com a audiência

Por último, temos a geração de engajamento, sendo necessário interagir com o público. Isso pode ser feito em tempo real, respondendo dúvidas dos espectadores, por exemplo, mas também por CTA (chamada à ação) — na qual você convida o usuário a realizar alguma ação pertinente à marca, como visitar a loja, curtir uma rede social, entre outras alternativas.

Para encerrar nossas informações sobre como fazer um webinar, vale destacar brevemente os erros a serem evitados. O maior deles, que inclusive é capaz de levar a todos os outros, é a falta de planejamento. Assim como a realização de um evento físico, o seminário digital exige muita organização e atenção a prazos, termos, pagamentos e afins.

É preciso ter um olhar atento a todos esses detalhes, para que o evento traga bons resultados. Além disso, destacamos outro erro, a negligência técnica. Como vimos, ignorar a qualidade de áudio e vídeo em um webinar pode resultar em uma alta taxa de bouncing — em que os espectadores comparecem no evento, mas saltam da página por não se adaptarem à baixa qualidade. Por isso, siga nossas dicas e tenha sucesso nessa estratégia.

Agora que você sabe como fazer um webinar de sucesso em sua empresa, aproveite o momento para garantir sua atualização em mais temas relacionados. Para isso, basta acessar e curtir nossa página oficial no Facebook!


Artigos Relacionados