2017-08-29 10:42:10 MEI English Não sabe o que as siglas EI, EIRELI ou MEI significam? Descubra o que é cada modalidade e qual o melhor tipo de tributação para o seu... https://quickbooks.intuit.com/br/blog/br_qrc/uploads/2017/08/EI-EIRELI-ou-MEI-voce-conhece-as-diferencas.png https://quickbooks.intuit.com/br/blog/mei/ei-eireli-ou-mei-voce-conhece-as-diferencas/ EI, EIRELI ou MEI: você conhece as diferenças?

EI, EIRELI ou MEI: você conhece as diferenças?

4 min de leitura

Uma das principais dúvidas de quem deseja abrir uma empresa sem contar com sócios é que tipo de categoria empresarial escolher: EI, EIRELI ou MEI. Por isso, vamos explicar o significado de cada sigla e qual a melhor opção para você. Confira!

MEI – Microempreendedor Individual

  • O que é: os microempreendedores individuais são pessoas físicas que trabalhavam como autônomas e formalizaram a atividade. Sendo MEI, o profissional tem um CNPJ, pode emitir notas fiscais, abrir conta bancária para empresa e contar com algumas facilidades, como maquineta de cartão de crédito e financiamentos mais acessíveis.
  • Faturamento: o MEI pode faturar até R$ 60 mil reais por ano. 
  • Tributação: o microempreendedor individual paga um único imposto por mês, com valor fixo de aproximadamente 50 reais. Esse imposto é emitido por meio de uma guia, que pode ser impressa no próprio Portal do Empreendedor – site do governo que não cobra para a emissão do boleto e nem mesmo para a abertura da empresa.
  • Capital social: o capital social – um valor que precisa ser declarado como a quantia utilizada para iniciar o negócio – não tem restrição para o MEI. Ou seja, não há um valor mínimo de que o microempreendedor individual precisa como capital social para abrir a empresa.
  • Quem não pode ser MEI: não pode ser MEI quem já é sócio em outra empresa, ou, quem pretende exercer uma profissão regulamentada, como a de médico ou de advogado, por exemplo. Você pode conferir a lista de atividades permitidas aqui, ela é bem grande e está em ordem alfabética. Mesmo que a sua profissão não esteja na lista, existem mais de 400 atividades permitidas – uma delas pode estar dentro da sua área de conhecimento, possibilitando que você atue dentro da lei. Portanto, vale a pena conferir. 

Leia também: As diferenças entre MEI, ME, profissional liberal e autônomos

EI – Empresário Individual

  • O que é: o empresário individual é uma pessoa física que abre empresa sem sócios para exercer uma atividade. A diferença dessa categoria para o MEI é que, sendo EI, o faturamento pode ser bem maior.
  • Faturamento: se o empresário individual escolhe o regime tributário do Simples Nacional, pode faturar até 360 mil por ano, considerado assim uma microempresa, ou, 3,6 milhões por ano, sendo uma pequena empresa. Caso escolha o Lucro Presumido, pode faturar até 78 milhões por ano. 
  • Tributação: o regime mais comum para essa modalidade é o Simples Nacional, que permite o pagamento de imposto uma vez por mês, referente ao faturamento do anterior.
  • Capital Social: no caso do EI, o valor mínimo para ter em caixa é de mil reais. Porém, é importante lembrar que nesse tipo de empresa, os bens pessoais do empresário entram na conta da Justiça para o pagamento de despesas, caso o negócio entre em crise e fique devendo. 
  • Quem não pode ser EI: quem pretende exercer uma profissão regulamentada não pode utilizar o CNPJ de empresário individual para isso. 

Leia também: Lucro Presumido ou Simples Nacional – descubra qual o melhor regime para o seu negócio

EIRELI – Empresa Individual de Responsabilidade Limitada 

  • O que é: a Empresa Individual de Responsabilidade Limitada é a empresa formada por uma única pessoa física, que é dona de todo o capital. Essa é uma opção comum para profissionais que exercem atividades regulamentadas, como médicos e arquitetos. Serve também para quem deseja ter uma equipe de funcionários – o que não é possível na modalidade de MEI, por exemplo, que permite somente um colaborador. 
  • Faturamento: ao optar pelo Simples Nacional, vale a mesma regra das micro e pequenas empresas: 360 mil ou 3,6 milhões por ano. 
  • Tributação: mais uma vez, a modalidade do Simples Nacional é a opção mais escolhida para as Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada por conta dos processos menos burocráticos. 
  • Capital social: no caso de EIRELI, o capital social mínimo para início das atividades é mais alto – são 100 vezes o salário mínimo vigente. Entretanto, os bens da empresa e do empresário não se misturam. Isso significa que caso a empresa passe por problemas financeiros e fique devendo, o patrimônio do empreendedor não é considerado para pagar os débitos. 
  • Quem não pode ser EIRELI: nesse tipo de pessoa jurídica, só não é possível abrir uma empresa individual quem já tem outra, ou, quem tem algum impedimento legal– como, por exemplo, um profissional que não tem a formação necessária para exercer determinado ofício que exige diploma.

EI, EIRELI e MEI precisam de um gerenciador financeiro?

Contar com um gerenciador financeiro não é obrigatório, mas é fundamental para manter o controle de contas em dia e a saúde da empresa. Isso porque o gerenciador ajuda a ter uma visão ampla das movimentações. E uma dica bem interessante são as ferramentas do QuickBooks: com elas, você vê com precisão e clareza o que está acontecendo com o seu dinheiro. São recursos fácies de usar, rápidos e gratuitos. Confira!

As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Artigos Relacionados

4 empresários de sucesso que começaram como MEI

Ao vermos um milionário bem-sucedido desfilando por aí em ternos bem alinhados…

Leia Mais

As diferenças entre MEI, ME, profissional liberal e autônomos

Atualmente, existem diversas formas de empreender ou de trabalhar por conta própria.…

Leia Mais

O que muda na parte fiscal de MEI para ME?

A legislação brasileira que trata sobre o enquadramento fiscal das empresas costuma…

Leia Mais