2014-07-31 00:00:00 Planejamento financeiro English https://d2bnb9dvbpjkfy.cloudfront.net/wp-content/uploads/2017/05/09021307/tumblr_inline_n9lh2x1B3X1rxwnco3.png 3 consequências de não ter as finanças em dia

3 consequências de não ter as finanças em dia

2 min de leitura

Sua empresa está prestes a fechar o mês no vermelho de novo? Adiar a organização das finanças do seu negócio pode ser um dos motivos. Toda dívida deve ser acompanhada de um bom planejamento financeiro, para que ela não vire uma bola de neve e cause problemas sérios. Hoje, vamos falar um pouco das consequências de não conseguir colocar as finanças em dia, e o que você precisa fazer para sair dessa situação!

1)Você perde dinheiro

O resultado de não ter as finanças em dias é ter que lidar com os juros. Ao permitir que o descontrole financeiro se instale na sua empresa, você pode precisar de um dinheiro que ainda não recebeu. O resultado ,a curto prazo, é ter que recorrer a um financiamento de capital de giro ou ao cheque especial, pagando altas taxas de juros e fazendo com que o seu dinheiro renda cada vez menos.

2)Prejudica seu capital de giro

O descontrole financeiro atrapalha a capacidade da sua empresa em repor o capital de giro, essencial para manter seu funcionamento. Sem ele, o seu empreendimento ficará sem dinheiro para aproveitar oportunidades de negócios e cobrir seus gastos emergenciais. A falta desse capital também dificulta a renovação de estoque e compra de materiais essenciais para a empresa.

3)Tira sua credibilidade no mercado

Outro problema em deixar pagamentos atrasados é a perda de credibilidade da sua empresa. Uma empresa que paga em dia ou à vista tem mais crédito para negociar pagamentos com seus fornecedores e conseguir melhores preços para suas mercadorias. A situação se torna ainda pior se seu nome for registrado por causa de dívidas. Se você tem registro nesses bancos de dados de inadimplência, a chance de conseguir um financiamento é praticamente inexistente.

O que fazer para retomar o controle?

Primeiro passo 

Organize as finanças do seu negócio. É preciso ter um controle rigoroso para manter as contas sob controle. Os softwares de controle financeiro, como o ZeroPaper, são uma ótima alternativa.

Segundo passo

Depois de organizar suas finanças, faça um exame detalhado das suas dívidas para saber exatamente quanto e para quem você deve. O próximo passo é procurar seus credores para renegociar suas dívidas, de preferência pessoalmente.

Terceiro passo

 

Priorize as dívidas com maiores taxas de juros, como as do cartão de crédito e do cheque especial. Para quitar essas dívidas, é recomendado até tomar outras formas de empréstimo como o crédito consignado ou pessoal, que apresentem menores taxas de juros.

Agora você já sabe as consequências de não ter o controle das finanças do seu negócio. Não perca tempo! Cadastre-se no ZeroPaper, é grátis!

As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Artigos Relacionados

7 dicas para manter o capital de giro em empresas sazonais

Um bom controle do capital de giro é indispensável para uma gestão…

Leia Mais

Controle financeiro: a importância do fluxo de caixa

Fluxo de caixa é um termo presente no dia a dia do…

Leia Mais

Dissídio salarial: 10 dúvidas mais comuns sobre o reajuste

Saber como calcular o dissídio salarial é estar em conformidade com a…

Leia Mais