Image Alt Text
planejamento financeiro

Saiba o que é centro de custo e como garantir sua alocação correta

Administrar um negócio de sucesso não é tarefa simples e exige muito conhecimento por parte dos empreendedores. É preciso levar em consideração o grande número de empresas no mercado e a alta competitividade que temos em quase todos os segmentos.

Por isso, é importante saber o que é centro de custo e como garantir a alocação correta dos recursos. Por meio da implementação desse tipo de estratégia, é possível obter e avaliar dados relevantes, ganhando embasamento para as decisões e fazendo com que a sua empresa conquiste um ritmo de desenvolvimento sustentável, reduzindo despesas desnecessárias.

Quer descobrir o que é centro de custo e como alocar as despesas corretamente? Então, continue lendo o conteúdo!

O que é centro de custo?

Centro de custo pode ser definido como a criação de uma ou mais unidades dentro de uma empresa, com o intuito de realizar uma apuração específica das contas e despesas em determinadas áreas. Basicamente, centro de custo é uma ferramenta administrativa, operacional e financeira, que ajuda no bom gerenciamento do negócio.

A ideia de contar com um centro de custo é propiciar um melhor conhecimento, com obtenção e análise de dados relativos às partes da organização. Assim, é possível oferecer uma maior autonomia para as equipes, ao mesmo tempo em que se sabe como controlar os custos da empresa.

Quais são as diferenças em relação ao centro de lucro?

Não é difícil perceber as diferenças do centro de custo em relação ao centro de lucro pelas próprias nomenclaturas utilizadas. Enquanto um está mais voltado para o gasto, o outro está relacionado com setores, segmentos, equipes ou departamentos que geram receitas. Mas, naturalmente, essas receitas incorrem em custos.

Por isso, ambos são diretamente ligados e dependentes, embora o centro de lucro esteja mais voltado para gerar renda, criando vendas para a empresa e aumentando o seu lucro. O conhecimento desses conceitos ajuda, portanto, na tomada de decisões e no direcionamento de estratégias, como as ações de marketing, por quem está à frente de um negócio.

Quais são os tipos de centro de custo?

Como em quase tudo o que envolve o universo dos negócios, empresas e gestores podem direcionar e utilizar estratégias de acordo com suas próprias demandas, expectativas, experiências e necessidades. No entanto, na prática do mercado, podemos observar que existem, essencialmente, dois tipos de centro de custo.

Centros de custo produtivos

Os centros de custo produtivos, também chamados de centros de custo de produção ou direto, estão relacionados com os setores ou departamentos que impactam diretamente a geração de lucro para uma empresa. Entre as mais comuns no mercado, podemos citar as áreas de montagem, processamento e vendas.

Centros de custo não produtivos

Já os centros de custo não produtivos, também conhecidos como centros de custo indireto ou de serviço, são aqueles que não têm relação direta com a geração de lucro. Usualmente, estão relacionados com as áreas voltadas para a gestão e o financeiro. Um exemplo é o setor de Recursos Humanos, que não cria lucro em um primeiro momento, mas tem impacto indireto nos resultados da empresa.

Por que o centro de custo é importante para a gestão financeira?

Fazer a administração por centro de custo é uma ideia interessante para a gestão financeira, pois permite que o negócio se torne mais sustentável e que o empreendedor tenha um conhecimento mais amplo dos impactos que cada setor ou departamento causa para a empresa. Dessa maneira, é mais simples ter planos de ação mais objetivos e eficazes.

Além disso, com o centro de custo, os setores poderão ganhar mais autonomia, funcionando de forma independente e facilitando a distribuição dos investimentos, de acordo com a real necessidade de cada um. O controle de despesas também tende a ser mais competente, e as tomadas de decisão serão realizadas de acordo com uma base de dados sólida.

Como garantir a alocação correta de recursos?

Garantir uma alocação correta de recursos é a chave do sucesso de qualquer empresa. Para isso ocorrer, é fundamental que haja um bom monitoramento das finanças, a partir da divisão adequada de despesas e receitas entre os centros de custo. Assim, os gargalos operacionais serão descobertos e solucionados com muito mais facilidade.

Além disso, nenhum negócio atua com sucesso sem definir e alcançar metas, que devem nortear os colaboradores e as equipes em suas tarefas. Com a implementação de um ou mais centros de custo, será possível entender melhor as saídas, criando objetivos adequados às suas características. Assim, você pode gerenciar com mais precisão as necessidades de cada área da empresa.

Com isso, os resultados positivos começarão a surgir naturalmente e você poderá experimentar uma redução de custos. Essa economia é possibilitada pela análise mais rigorosa da situação financeira do empreendimento. Assim, é possível implementar melhorias na gestão em curto, médio e longo prazos.

Quais ferramentas podem ajudar?

Se você chegou até aqui, já pôde perceber que o centro de custo se baseia nas informações relativas a cada setor da empresa, especialmente em relação aos gastos. Não é difícil perceber que mesmo pequenos negócios podem ter dificuldades em analisar esses elementos, tendo em vista que toda a operação é repleta de detalhes e pormenores.

É nesse contexto que contar com um bom software de gestão financeira é essencial. Ele ajuda a centralizar os dados em um só local, permitindo que tanto você quantos seus funcionários, desde que com a devida autorização, consigam acessá-los em tempo real, ajudando a identificar contas, despesas e até mesmo erros.

Como você pôde ver ao longo do conteúdo, o centro de custo é uma estratégia essencial para garantir a saúde financeira da sua empresa, fornecendo informações relevantes sobre como e quando os recursos estão sendo gastos. Com isso, fica mais fácil enxergar a operação e garantir que o dinheiro seja investido naquilo que você realmente precisa!

Gostou de saber o que é um centro de custo e como ele ajuda a garantir uma alocação correta de recursos em seu negócio? O que acha de compartilhar este post nas suas redes sociais? Assim, as informações alcançam e ajudam outras pessoas!


Artigos Relacionados