2021-03-26 14:19:10 Planejamento Financeiro English A conciliação de cartões consiste em validar as informações de vendas e custos provenientes de cartão de crédito. Leia o post... https://quickbooks.intuit.com/br/blog/br_qrc/uploads/2021/03/conciliação-de-cartao-de-credito-e1616785361266.jpg https://quickbooks.intuit.com/br/blog/planejamento-financeiro/conciliacao-de-cartoes/ Como fazer a conciliação de cartões e qual é a sua importância? | Blog

Como fazer a conciliação de cartões e qual é a sua importância?

6 min de leitura

O setor financeiro de uma empresa tem uma série de rotinas e obrigações a serem cumpridas ao longo de um mês ou ano. Nesse sentido, a conciliação de cartões é uma dessas tarefas que, inclusive, é constantemente negligenciada por muitos empresários.

A falta desse procedimento na empresa é devido, sobretudo, ao desconhecimento do conceito, ou seja, existem muitos empresários que nem sequer sabem o significado de conciliação de cartões.

Foi pensando nisso que resolvemos escrever este artigo, para mostrar a definição do termo e como ele pode ser aplicado em seu negócio. Acompanhe!

O que é a conciliação de cartões?

A palavra conciliação pode ser interpretada como “conferir”. Portanto, conciliar os cartões de crédito e débito é conferir e validar as informações de vendas no cartão com o que deve ser recebido pela operadora contratada por sua empresa.

Dessa forma, é possível verificar se as operações de venda estão registradas pela sua empresa e conferem com os dados passados pela operadora de cartão de crédito e débito. Assim, o seu papel é conferir o relatório de vendas com o extrato fornecido pela instituição financeira.

A conciliação bancária pode ser feita de duas formas. A primeira é manualmente, por meio de uma planilha, por exemplo. A segunda maneira é, sem dúvidas, a mais eficiente, pois é automatizada e utiliza sistemas de controle financeiro muito modernos e simples de operar.

Mesmo que seja comum fazer o acompanhamento manual da conciliação, existem muitos riscos de erros de digitação, divergência de informações e o custo causado pela dedicação de horas a fio de trabalho dos seus colaboradores. Ainda neste artigo, discorreremos um pouco mais sobre esse assunto.

Qual é a importância de fazer a conciliação para empresas?

A conciliação de cartões proporciona alguns benefícios muito interessantes. Um dos mais importantes é a checagem dos valores repassados pela operadora de cartão. O objetivo, nesse caso, é verificar se o montante enviado para a sua empresa está correto.

Quem não adota esse procedimento corre o risco de receber um valor menor que o correto. Se isso não for percebido, o prejuízo certamente ocorrerá e, pior que ele, é o fato de o gestor sequer saber como o déficit ocorreu.

Outro benefício importante é a verificação das taxas administrativas que foram negociadas previamente com a operadora de cartão. Por meio da conciliação também é possível verificar os cancelamentos que ocorreram em um dia. Assim, você terá mais controle sobre as restituições de taxas que precisam ser feitas.

Por fim, esse procedimento auxilia a empresa a realizar a previsão de receitas, fundamental para a elaboração do fluxo de caixa e o planejamento financeiro.

Como fazer a conciliação de cartões?

Entendido o conceito e a importância da conciliação de cartões, mostraremos como você pode fazer esse procedimento dentro da sua empresa. Confira!

Registre as vendas diariamente

O primeiro passo da conciliação de cartões é o registro de venda. Toda receita gerada deve ser registrada, porém, quando o pagamento é feito pelo cartão de crédito ou débito, essa escrituração deve ser feita com ainda mais atenção.

Revise o saldo de abertura

Se a conciliação estiver sendo feita pela primeira vez, é fundamental que você revise o saldo de abertura da conta. O valor registrado deve corresponder ao exato montante demonstrado no extrato bancário e no mesmo dia em que o monitoramento iniciou.

Acompanhe todas as taxas dos cartões

O próximo passo é acompanhar de perto todas as taxas que foram combinadas com as operadoras. Em alguns casos, essa cobrança é padrão, ou seja, o cliente não tem muito poder de negociação sobre elas.

Por outro lado, é possível que você combine um percentual personalizado sobre as vendas. O momento de conferir se essa cobrança está sendo feita de forma correta, é por meio da conciliação. Portanto, não deixe de lado essa conferência.

Faça o controle do extrato bancário

O último passo, portanto, é fazer a conferência final do extrato, verificando todos os elementos que destacamos — ou seja, as informações inseridas no sistema — com aquelas que estão consolidadas no extrato.

No entanto, o trabalho não se limita apenas em conferir um dado com o outro. Se constatar alguma incompatibilidade entre ambos os relatórios, é preciso verificar a diferença. É um processo simples, caso seja um erro na alimentação de dados na sua empresa. Basta rastrear os valores e fazer a mudança.

Caso a incompatibilidade seja relacionada ao extrato da operadora do cartão de crédito ou débito, você precisará entrar em contato com ela. Além disso, é importante revisar as conciliações feitas anteriormente.

O trabalho se torna muito simples com a ajuda de um sistema específico para essa finalidade, pois a plataforma já tem uma funcionalidade completa para execução desse procedimento.

Como um sistema de gestão financeira pode ajudar a otimizar esse processo?

A conciliação de cartões de crédito exige o registro das informações de vendas. Não há como imaginar fazer esse trabalho com eficiência utilizando planilhas eletrônicas, muito menos, manualmente, por meio de anotações em blocos ou cadernos.

No entanto, graças ao avanço da tecnologia, surgiram sistemas modernos capazes de receber os dados de suas vendas, taxas e demais elementos e auxiliar no processo de conciliação. Utilizar essas soluções fará com que você economize tempo e dinheiro decorrente do custo com horas de trabalho dos seus colaboradores.

Uma dessas alternativas é o QuickBooks, uma solução completa para a sua empresa com funções capazes de cuidar de toda a gestão financeira. Entre suas funcionalidades, ela conta com a conciliação de contas para extratos bancários e de cartões de crédito. O processo é bem simples:

  • primeiramente, revise o saldo de abertura considerando o dia que você decidiu iniciar a monitorar;
  • depois, inicie a conciliação associando e categorizando as transações que foram importadas;
  • por fim, basta comparar seu extrato com o QuickBooks conferindo as datas e valores.

O mais interessante em se utilizar um sistema de gestão financeira é que ele te ajuda a categorizar e associar transações recorrentes, facilitando e automatizando uma parte do processo de conciliação bancária. Além disso, ele também gera uma série de relatórios automatizados para te ajudar a tomar decisão com base nos dados que foram importados e categorizados.

Como pudemos ver, a conciliação bancária e de cartões de crédito pode auxiliar a sua empresa a ter uma visão mais clara das transações, categorizando e organizando as entradas e saídas de dinheiro.

Se você quer continuar aprendendo sobre outros assuntos importantes para a sua empresa, confira o post que preparamos. Nele, mostraremos o que é um gerenciador financeiro e qual é a sua importância.

As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Frase dinâmica vendedora de acordo com a caregoria para ter um melhor efeito!

Oferta especial

Até
70
%
off
Teste agora


Sistema de Controle Financeiro para seu Negócio

Veja também

Como fazer conciliação bancária? Veja o passo a passo

Como fazer conciliação bancária? Mesmo que alguns empresários não saibam, ela é…

Leia Mais

Como definir personas? Confira um guia completo!

Imagine que você precisa presentear alguém que não conhece. É uma tarefa…

Leia Mais

DRE na Contabilidade: o que é e como funciona?

Gerenciar um negócio exige uma boa organização na área de finanças. Pensando…

Leia Mais