2021-04-02 09:32:33 Planejamento Financeiro English A contabilidade para escolas é essencial para o sucesso da instituição. Quer entender como isso funciona na prática? Clique e continue... https://quickbooks.intuit.com/br/blog/br_qrc/uploads/2021/03/contabilidade-para-escolas.jpg https://quickbooks.intuit.com/br/blog/planejamento-financeiro/contabilidade-para-escolas/ Contabilidade para Escolas: Veja Algumas Dicas | Blog QuickBooks

Contabilidade para escolas: o que você precisa saber sobre tributação

6 min de leitura

O papel da contabilidade em uma instituição de ensino é de grande importância e não deve ser ignorado. Ele está totalmente relacionado com os processos que equilibram as contas e semeiam o caminho para a margem de lucro desejada e que derivam de uma análise contábil apurada e dos procedimentos decorrentes dela.

Portanto, como em outras modalidades de negócio, ficar a par da contabilidade para escolas é essencial para o sucesso da instituição. Quer entender como isso funciona na prática? Continue a leitura!

Qual é a importância da contabilidade para escolas?

Sempre quando se fala a respeito da administração exemplar de um negócio, é imperioso retomar um ponto básico, mas constantemente esquecido. Os proprietários de instituições de ensino precisam entender que a conquista e a manutenção de uma margem de lucro consistente estão ligadas à capacidade de honrar suas obrigações fiscais.

Tal aspecto costuma ser deixado em segundo plano, o que resulta em muitas reclamações acerca da elevada carga tributária praticada no Brasil. De fato, as escolas também têm a sua própria cota de tributos que deve ser paga periodicamente.

Contudo, o problema é amenizado diante de uma gestão financeira, contábil e fiscal exercida por profissionais altamente gabaritados para a função. Com um olhar preciso, eles são capazes de definir um regime tributário adequado, além de confeccionar relatórios úteis para o processo de tomada de decisão.

Deliberações essas que se relacionam à redefinição do planejamento orçamentário do ano seguinte, às projeções do fluxo de caixa e à programação de investimentos. Em resumo, a contabilidade para escolas é decisiva para que os próximos passos da instituição permaneçam alinhados ao contexto atual e de olho no futuro.

Reformar as salas de aula, adquirir lousas digitais e promover treinamentos voltados ao aperfeiçoamento didático-pedagógico do corpo docente. Eis alguns exemplos de como preservar o nível de competitividade com as instituições de ensino concorrentes.

A implementação desse conjunto de melhorias exige que a escola tenha à disposição dados contábeis que se convertam em informações valiosas. Assim, ela conseguirá economizar recursos e investir de forma inteligente.

Tais características são determinantes para que a instituição conserve papel de destaque perante clientes e os demais parceiros envolvidos no negócio. Em cada uma das etapas mencionadas, a contabilidade aparece como componente indispensável e insubstituível.

Quais são os impostos e as tributações para instituições de ensino?

Estar por dentro dos tributos inerentes às atividades desenvolvidas por uma instituição de ensino é algo igualmente elementar para a gestão escolar. Nesse quesito, todos os que incidem nesse tipo de negócio são:

  • CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido);
  • IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica);
  • PIS (Programa de Integração Social);
  • COFINS (Contribuição para Financiamentos da Seguridade Social);
  • ISS (Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza);
  • INSS Patronal — igualmente conhecido como Cota Patronal do INSS, usa como base de cálculo a folha de pagamento da escola.

Entre todas as atribuições da contabilidade, uma delas se refere à seleção do regime de tributação a ser seguido. O pagamento regular dos tributos listados varia de acordo com esse modelo tributário. Isso explica a importância de estudar e adotar aquele que seja mais vantajoso para cada instituição de ensino. Abaixo, você confere detalhes significativos quanto aos regimes disponíveis.

Simples Nacional

Com uma nomenclatura que não deixa nenhuma margem de dúvidas, o Simples Nacional veio para descomplicar a vida das microempresas com faturamento anual máximo de R$ 360 mil, de acordo com a Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

Caso a sua escola seja de pequeno porte e fature um montante superior a esse, mas não ultrapasse a ordem de R$ 4,8 milhões por ano, ela também poderá ser enquadrada no Simples. A principal característica desse regime tributário consiste no agrupamento dos tributos devidos em guia única, a chamada DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).

Lucro Presumido

Se a escola exibir faturamento acima daquele aceito pelo Simples, ela pode aderir ao denominado Lucro Presumido. Essa opção é voltada às empresas que faturem até o teto anual de R$ 78 milhões, conforme determina a Lei nº 12.814, de 16 de maio de 2013. Chama-se presumido pelo fato de os tributos serem calculados com base em uma estimativa de lucro.

Lucro Real

Já no Lucro Real, para as organizações com faturamento acima do anterior, todo o cálculo é efetuado conforme o lucro devidamente repassado ao Fisco. Na prática, essa modalidade de tributação se aplica às grandes instituições de ensino, em geral, com atuação em mais de um país.

Como fazer uma melhor contabilidade para escolas?

Monitorar as finanças da escola também é uma ação que precisa compor sua rotina administrativa. Por norma, cabe aos colaboradores das áreas financeira e contábil ficar atentos à movimentação das contas a pagar e a receber. Dessa forma, antecipando qualquer desequilíbrio de caixa que possa ocorrer e tomando decisões baseadas em dados atualizados.

Felizmente, com organização e o uso de um sistema de gestão financeira eficiente, é possível facilitar bastante o processo. Veja algumas dicas!

Mantenha a taxa de inadimplência sob controle

É praticamente obrigatório saber como lidar com a inadimplência. Em momentos de incerteza econômica, as mensalidades escolares tendem a deixar de figurar no grupo de prioridades máximas dos pais. Em tais circunstâncias, manter o diálogo aberto à negociação é o melhor caminho.

Mais importante ainda é ter um método de controle que consiga antecipar, em certa medida, o risco de atrasos e não pagamentos. Desse modo, você poderá pensar em soluções viáveis com antecedência. Isso ajuda a evitar abalos nas engrenagens que movimentam a escola, como fornecedores e colaboradores.

Limite os gastos

Com relação à política de gastos, a escola precisa refazer seu orçamento conforme a necessidade conjuntural e de suas capacidades financeiras. Talvez, a aquisição daquela mesma lousa digital que mencionamos possa ficar para outro momento.

Faça projeção financeira semestral e anual

Para que não haja nenhuma surpresa desagradável, é necessário projetar gastos e investimentos regularmente, a cada semestre e ano. Saber qual é o volume de receita, custos e despesas é essencial até para que os imprevistos sejam contornados de maneira mais rápida.

Utilize um sistema de gestão financeira

Em um primeiro momento, todo o processo comentado há pouco pode parecer complicado. De fato, ele é ligeiramente complexo. No entanto, a utilização de um sistema de gestão financeira realiza uma série de funcionalidades que otimizam toda a administração das finanças da sua escola.

Ao reunir essas e outras funções, você poderá efetuar o diagnóstico financeiro completo da sua instituição de ensino:

  • controlar recebimentos e pagamentos;
  • emitir notas fiscais;
  • gerar boletos;
  • acessar relatórios que detalham o balanço patrimonial;
  • visualizar as movimentações do fluxo de caixa;
  • monitorar a taxa de inadimplência.

Como você pôde constatar, a adoção de ferramentas tecnológicas específicas é crucial para aprimorar a gestão financeira e a contabilidade para escolas. À parte contábil, cabe a missão de fortalecer os pilares de sustentação do negócio, independentemente do favorecimento da maré financeira. Com organização, tecnologia e profissionais experientes, a escola terá tudo para alcançar um crescimento financeiro realmente consistente.

Quer saber como começar a controlar as finanças da sua instituição de ensino? Conheça o sistema de gestão financeira ideal para pequenas empresas!

As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Frase dinâmica vendedora de acordo com a caregoria para ter um melhor efeito!

Oferta especial

Até
70
%
off
Teste agora


Sistema de Controle Financeiro para seu Negócio

Veja também

Como realizar a contabilidade estratégica e tornar a empresa mais competitiva?

Para que os negócios sejam capazes de alcançar o sucesso em suas…

Leia Mais

Dia do Profissional da Contabilidade: saiba mais sobre a evolução da profissão

Em 25 de abril é comemorado o Dia do Profissional da Contabilidade,…

Leia Mais

Tudo o que você quer saber sobre marketing digital para contabilidade

Além de ser uma escolha estratégica, apostar em marketing digital para contabilidade…

Leia Mais