2017-09-08 16:38:45 Simples Nacional English Os empreendedores optantes pelo Simples Nacional podem parcelar suas dívidas até o dia 3 de outubro. Confira um passo a passo completo e... https://quickbooks.intuit.com/br/blog/br_qrc/uploads/2017/09/Simples-Nacional-atrasado-saiba-o-que-fazer.jpg https://quickbooks.intuit.com/br/blog/simples-nacional/simples-nacional-atrasado-saiba-o-que-fazer/ Simples Nacional atrasado: saiba o que fazer para sair da inadimplência

Simples Nacional atrasado: saiba o que fazer

3 min de leitura

Você é MEI optante pelo Simples Nacional e está em dívida com a Receita Federal? Se atente ao prazo do parcelamento e saia da inadimplência. Com o programa de parcelamento do governo, mais de 4 milhões de microempreendedores terão a oportunidade de quitar suas dívidas do Simples Nacional em até 120 meses.

O microempreendedor individual (MEI) ou profissional autônomo inscrito no Simples Nacional (programa de recolhimento simplificado de impostos) que tem pagamentos atrasados com a Receita Federal, pode solicitar o pagamento parcelado da dívida até o dia 3 de outubro de 2017.

Desde a criação do MEI, em 2009, é a primeira vez que o governo abre um programa de parcelamento para que o inadimplente tenha facilidade para quitar os débitos com a Receita Federal.

Leia também: As diferenças entre MEI, ME, profissional liberal e autônomos

São mais de 7 milhões de microempreendedores individuais cadastrados no Simples Nacional e, segundo a Receita Federal, o percentual de inadimplência tem se mantido há anos no patamar de 60%, com um saldo devedor de mais de R$1,7 bilhões.

Estar em dia com os compromissos da Receita Federal é muito importante para que o microempreendedor individual mantenha o acesso integral aos benefícios previdenciários, como auxílio doença, salário maternidade e aposentadoria.

Leia também: As vantagens de se formalizar como MEI

A solicitação do parcelamento deve ser feita pela internet, por meio do site da Receita Federal, no Portal do Simples Nacional ou pelo Portal e-CAC. Com o valor mínimo de R$50,00 por parcela, o site calcula a quantidade de parcelas de maneira automática. O valor de cada parcela mensal será acrescido de juros da taxa Selic mais 1% relativo ao mês em que o pagamento estiver sendo efetuado.

Um requisito indispensável para o parcelamento é a apresentação da Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual (DASN-Simei), relativa aos períodos a serem parcelados.

Vale atentar-se ao fato de que o parcelamento será rescindido se ocorrer a falta de pagamentos de três parcelas, sendo elas consecutivas ou não, ou se existir saldo devedor após a data de vencimento da última parcela.

Leia também: 6 conceitos vitais para o MEI

Elaboramos um passo a passo completo e eficaz para que o microempreendedor individual com o Simples Nacional atrasado possa sair da inadimplência. Acompanhe:

1) Acesse o Portal do Simples Nacional

2) Clique em Simples Serviços e em seguida em Parcelamento

A seguinte tela abrirá:

Não tem o código de acessoClique aqui.

3) Para criar um código de acesso, preencha os campos com o número do CNPJ, do CPF do responsável e do código captcha.

Clique em validar!

Ao continuar, será solicitado o número do título eleitoral e a data de nascimento.

4) Preencha e clique em Continuar

Será gerado um código de acesso. O ideal é que você anote esse número em um local seguro.

Está com o código de acesso em mãos?

5) Volte a página e clique no ícone de chave do código de acesso.

6) Preencha novamente o número do CNPJ, CPF, código de acesso e código captcha.

7) Clique em continuar e depois em Sim. O site é um pouco lento e demora para carregar, tenha paciência.

8) Na próxima tela, clique em Pedido de Parcelamento.

9) Selecione Sim!

Pronto! 

O microempreendedor individual com boletos atrasados corre o risco de não ter acesso as vantagens previdenciárias. Para cada benefício, é necessário um tempo mínimo de contribuição, e a contagem do tempo mínimo inicia-se apenas a partir do pagamento da primeira contribuição sem atraso. Fique atento aos prazos!

Para melhorar o controle financeiro do seu negócio e fugir das ciladas da desordem financeira que levam a inadimplência, conte com a ajuda do QuickBooks, o aplicativo essencial para o MEI, profissional liberal ou autônomo.

 

As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Artigos Relacionados

O que é o Simples Nacional?

O Simples Nacional ou Supersimples é um regime tributário diferenciado, previsto na…

Leia Mais

Simples Nacional: confira as novas tabelas e limites para 2018

Com as mudanças no Simples Nacional, que começam a valer a partir…

Leia Mais

Simples Nacional: quem pode participar?

Criado para facilitar a vida dos empreendedores de micro e pequenas empresas,…

Leia Mais