2016-03-11 00:00:00 Conceitos Financeiros English O patrimônio líquido é a representação da riqueza efetiva da empresa. Isso inclui valor investido no negócio, lucros e outras formas... https://quickbooks.intuit.com/br/blog/br_qrc/uploads/2016/03/como-calcular-patrimônio-líquido.jpeg https://quickbooks.intuit.com/br/blog/conceitos-financas/patrimonio-liquido-o-que-e-como-calcular/ Patrimônio líquido: Entenda o que é e como calcular

Patrimônio líquido: o que é e como calcular

9 min de leitura

Saber como calcular patrimônio líquido não é uma tarefa fácil. Além disso, ler e interpretar um balanço patrimonial, a princípio, também não é simples — especialmente para aqueles que não têm familiaridade com demonstrações contábeis. Porém, a necessidade de entender o que esses números querem dizer deve estar acima das dificuldades.

Afinal, eles são importantes para você saber o que acontece no seu negócio. Além disso, são usados na definição de um posicionamento diante de situações que exijam sua decisão. O patrimônio líquido é um dos componentes de maior relevância no balanço patrimonial. Pensando na importância do assunto, resolvemos escrever este artigo.

Assim, você saberá o que esses números dizem sobre sua empresa e poderá identificar a sua formação e importância para o negócio. Continue lendo!

O que é patrimônio líquido?

O balanço patrimonial divide-se em dois grandes grupos: ativo e passivo. O primeiro representa os bens e direitos da empresa, enquanto o segundo reúne suas obrigações.

O patrimônio líquido faz parte do passivo. Contudo, é considerado um passivo não exigível. Afinal, trata-se da “dívida” da pessoa jurídica perante as demais pessoas que compõem a entidade, que podem ser com um empresário individual, uma sociedade ou um grupo de acionistas.

Conceitualmente, o patrimônio líquido é a representação da riqueza efetiva da empresa. Nesse grupo, são reunidas informações como:

  • Valor que foi investido no negócio;
  • Lucros que foram gerados e estão aguardando a distribuição entre os sócios/acionistas;
  • Ações em tesouraria;
  • Reservas de valores.

Por que calcular o patrimônio líquido?

Quando se fala em como calcular o patrimônio líquido, abre-se um leque enorme de dúvidas. A principal delas se refere à importância dessa mensuração. O objetivo desse trabalho é acompanhar a tendência de crescimento do seu negócio. Com base nisso, torna-se possível tomar decisões com maior nível de precisão.

Vamos entender como isso funciona. A partir do conhecimento do patrimônio líquido, é possível adotar práticas mais eficientes na sua gestão financeira e conferir a evolução do seu negócio periodicamente e de forma lógica. Por exemplo, se você percebe um crescimento no valor do patrimônio líquido, a empresa está no caminho certo. Da mesma maneira, se é detectada a operação inversa, pode ser que a gestão financeira demande alguns ajustes.

A oscilação constante também é algo que deve ser avaliado. Ou seja, descer e subir várias vezes ao longo do ano ou outro período pode não ser interessante. Afinal, toda empresa é criada para gerar lucros e crescer ao longo do tempo. Então, a partir da redução ou da oscilação de valores, é preciso agir.

O patrimônio líquido que cresce ao longo dos meses emite bons sinais para o gestor. Significa que o negócio vem acumulado bens, resultados positivos e diminuição de dívidas. Nesse sentido, é muito importante manter essa performance por meio da gestão do patrimônio líquido, algo que facilita a análise da situação da sua empresa de forma rápida.

As demonstrações contábeis são essenciais para uma empresa. Contudo, pode ser complicado avaliar esses documentos diariamente. Além disso, eles nem sempre estão disponíveis ao gestor.

Assim, avaliar a evolução do patrimônio líquido é uma das formas rápidas de conferir a evolução do seu negócio, em vez de avaliar todo o balanço patrimonial. Mas atenção: obviamente, ações mais amplas demandam a consulta das demais demonstrações contábeis.

LEIA TAMBÉM: Como fazer a análise do balanço patrimonial

Como o cálculo é composto?

Antes de mostrar como calcular o patrimônio líquido, é importante entender sua composição. Basicamente, são dois elementos: o ativo e o passivo. No primeiro, temos todos os direitos de uma empresa. Ou seja, tudo o que você tem. Por exemplo:

  • Dinheiro em caixa;
  • Valores depositado em contas-correntes;
  • Estoques;
  • Marcas e patentes.

No passivo, temos todas as dívidas da empresa. Sendo assim, ele é composto por contas como: fornecedores, empréstimos, tributos e salários a pagar. Por outro lado, a própria conta do patrimônio líquido no balanço patrimonial tem algumas subdivisões. São elas:

  • Capital social, que é o valor que os sócios colocaram na empresa;
  • Reserva de lucros, exigida para alguns negócios;
  • Ações em tesouraria, utilizadas por empresas que estão na bolsa de valores. Servem como lastro para as ações comercializadas na istituição;
  • Lucros ou prejuízos obtidos ao longo dos anos.

Para finalizar o tópico, é preciso saber o que é EBITDA. Esse é um termo em inglês que pode ser entendido como os lucros antes de impostos, juros, depreciações e amortizações. Trata-se de um termo muito utilizado por analistas de balanços e empresas de capital aberto.

Para o dia a dia do seu negócio, ele é importante para que você entenda o real potencial da empresa. Afinal, mostra os resultados obtidos antes de aplicar deduções diversas que impactam a lucratividade.

Como calcular o patrimônio líquido?

O cálculo é feito por meio dos lançamentos contábeis originados da operação da empresa. A cada aporte de valores no seu negócio, por exemplo, há um acréscimo no capital social, que, como vimos, é uma das contas que compõem o patrimônio líquido.

Outra situação que pode influenciar esse subgrupo do passivo é quando sua empresa apura lucros. Afinal, dependendo do seu regime tributário, eles serão contabilizados nas contas de lucros acumulados ou na reserva de lucros até a distribuição aos sócios/acionistas.

Você pode calcular facilmente o valor total do patrimônio líquido pela diferença entre o ativo total e o passivo exigível. Basta utilizar a fórmula:

Patrimônio líquido = Ativo – Passivo

Qual a periodicidade de avaliação do valor do patrimônio líquido

Muitos empresários têm dúvidas quanto à periodicidade de avaliação do patrimônio líquido. Ou seja, de quanto em quanto tempo a verificação deve ser feita. Nesse sentido, é importante ter em mente que não existe um período determinado. O ideal é que não seja inferior a 1 mês nem superior a 1 ano.

Afinal, em menos de 30 dias, não é possível ter informações precisas sobre esse elemento. Por outro lado, mais que 12 meses já seria um tempo exagerado. O que você precisa ter em mente é a necessidade do seu negócio.

Em alguns casos, pode ser necessário avaliar o seu patrimônio líquido a cada mês. Isso é muito comum em empresas que têm um amplo volume de movimentações. Por outro lado, negócios menores podem determinar um período maior. Por exemplo, imagine que a sua empresa preste um tipo de serviço que demora anos para ser concluído, como a construção de edifícios. Nesse sentido, pode ser mais interessante estabelecer 3 meses ou 6 meses para a verificação desse elemento.

Contudo, se, diariamente, entram e saem recursos, esse período de avaliação precisa ser menor. Nesse caso, vale a pena fazer a mensuração do patrimônio líquido a cada 30 ou 60 dias. O importante é ter em mente que tudo dependerá das movimentações existentes no seu negócio.

Como ocorre a formação do patrimônio líquido?

Considere a empresa fictícia Moda Fashion, um comércio varejista de roupas femininas que é uma sociedade entre as empresárias Roberta e Luciana. Ambas investiram o capital total de 30 mil reais. Desse montante, foi integralizada a parcela de 20 mil reais no imóvel e em mercadorias para revender. Até o momento, o patrimônio líquido da empresa pode ser representado da seguinte maneira:

Capital social = 30.000,00

(-) Capital a integralizar = 10.000,00

Total do patrimônio líquido = 20.000,00

Após um mês de trabalho duro, divulgando a loja e contando com o apoio de uma vendedora, Roberta e Luciana faturaram o montante de 8 mil reais. Assim, deduzidos o ISS, ICMS e tributos federais, custos e despesas, geraram um lucro de 5 mil reais. O impacto desse lucro no patrimônio líquido será o seguinte:

Capital social = 30.000,00

(-) Capital a integralizar = 10.000,00

(+) Lucros acumulados = 5.000,00

Total do patrimônio líquido = 25.000,00

As sócias resolveram integralizar os 10 mil reais restantes do capital. O valor foi aplicado em mercadorias para revender e manter o estoque abastecido. Após essa compra, o patrimônio líquido ficará representado a seguir:

Capital social = 30.000,00

Lucros acumulados = 5.000,00

Total do patrimônio líquido = 35.000,00

Visualizar essas informações deve fazer parte de sua rotina de empresário. Trata-se da saúde do seu negócio, que deve ser vista e revista com frequência. Assim, é importante que você trabalhe em conjunto com seu contador, para que ambos possam chegar à representação mais fidedigna possível do balanço patrimonial, o que facilitará o processo de tomada de decisões no futuro.

Por que utilizar um sistema para calcular o patrimônio líquido?

Por fim, é interessante destacar a importância de utilizar um sistema de gestão financeira para esse cálculo. Muitas das operações na empresa já utilizam a tecnologia. Alguns exemplos são conciliação bancária, emissão de boletos e documentos fiscais. Contudo, poucas pessoas sabem que as soluções tecnológicas também podem ser aplicadas a esse tipo de gestão.

Ocorre de forma muito simples: inicialmente, o software será alimentado com os dados do seu patrimônio líquido. Com o tempo de funcionamento, ele acumulará diversas informações sobre o negócio. Quando chegar o dia da análise, você emite um relatório consolidado com todas essas movimentações e o impacto que elas causaram no patrimônio líquido. Assim, você saberá qual foi a movimentação dessa conta durante o período. Com essa informação em mãos, deve adotar as medidas necessárias para mantê-las ou melhorar para o próximo período.

Uma opção de programa de gestão financeira acessível é o QuickBooks, desenvolvido especialmente para pequenas e médias empresas. É ideal para empreendedores e escritórios de contabilidade e permite diversas funcionalidades para que você possa economizar tempo e focar no que realmente importa para o seu negócio. Com o QuickBooks, você pode acompanhar relatórios financeiros e de fluxo de caixa, fazer relatórios personalizados, integrar todas as suas planilhas em um só lugar, evitar erros manuais e acompanhar o status de contas a pagar e receber.

Como você pôde perceber, saber como calcular patrimônio líquido não é uma tarefa tão complexa. Com os dados e ferramentas corretos, o que parecia complexo se torna simples. Agora que você tem essas informações, não perca mais tempo. Faça a avaliação desse valor e verifique a necessidade de correções e melhorias!

 

As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Frase dinâmica vendedora de acordo com a caregoria para ter um melhor efeito!

Oferta especial

Até
70
%
off
Teste agora


Sistema de Controle Financeiro para seu Negócio

Veja também

Saiba como fazer o balanço patrimonial para os seus clientes

Tem uma empresa e quer manter o controle financeiro de forma apropriada?…

Leia Mais

Guia completo de contabilidade para não contadores

Que tal conhecer um pouco mais sobre a contabilidade para não contadores?…

Leia Mais

O que é EBITDA e como calcular esse indicador? Entenda

Existem diversos indicadores de desempenho, mas um dos que mais atuam no…

Leia Mais