2021-03-02 18:25:40 Finanças e Contabilidade English O Livro Razão é um documento usado pela contabilidade a fim de coletar os dados de todas as transações realizadas pela empresa. Clique... https://quickbooks.intuit.com/br/blog/br_qrc/uploads/2021/03/livro-razao.jpg https://quickbooks.intuit.com/br/blog/contabilidade/o-que-e-livro-razao/ O que é e como fazer o Livro Razão na contabilidade? | Blog QuickBooks

O que é e como fazer o Livro Razão na contabilidade?

6 min de leitura

O Livro Razão é um dos mais importantes para a contabilidade de uma companhia. Porém, alguns documentos, nomes e conceitos nem sempre estão claros para todos os empreendedores, ainda mais no que tange às finanças da empresa.

Se considerarmos a quantidade de processos, burocracias e, até mesmo, documentos com os quais se tem que lidar no dia a dia, manter um controle eficiente é uma tarefa que se torna ainda mais desafiadora. Foi pensando nisso que resolvemos elaborar este artigo.

Quer saber qual é a importância do Livro Razão e o que ele pode fazer para ajudar a controlar melhor a movimentação de capital? Confira a seguir!

O que é Livro Razão?

O Livro Razão é um documento usado pela contabilidade a fim de coletar os dados de todas as transações realizadas pela empresa, de modo a organizar essas movimentações financeiras a partir do critério das contas bancárias utilizadas. Em suma, ele possibilita uma visão detalhada a respeito da situação financeira das movimentações contábeis da empresa, assim como seus documentos fiscais.

Sua importância se deve ao fato de que todo tipo de organização lida com muitas transações bancárias. Transferências e pagamentos são uma constante na vida do empresário, que, se não tiver um bom método de controle e nem prestar atenção às suas movimentações, pode ter sérias dificuldades para administrar as contas.

Características do Livro Razão

Percebe-se, então, que o Livro Razão é um dos instrumentos do dia a dia da contabilidade da empresa. Inclusive, ele poderá ser usado para elaborar as demonstrações contábeis mais extensas, como o balanço patrimonial.

Esse documento permite que o gestor consiga visualizar todo o histórico de movimentações bancárias e transações das contas da empresa, demonstrando o saldo em cada uma delas.

Benefícios do Livro Razão

O preenchimento do Livro Razão permite que o empresário tenha uma visão atualizada e constante do saldo nas contas bancárias de sua organização. Além disso, também traz a grande vantagem de permitir a visualização do patrimônio da empresa como um todo, por unificar as informações de suas contas bancárias.

Outro benefício relevante do Livro Razão é estar em conformidade com a lei, pois ele é obrigatório para empresas optantes pelo regime de tributação do Imposto de Renda com base no Lucro Real, e nesse caso não possuí-lo, é uma violação contra a legislação do país.

Como visualizar o saldo na conta e a situação do patrimônio a cada transação do Livro Razão

A legislação especifica que os registros contábeis das empresas devem ser padronizados em todo o país. Isso significa que, se você conhecer os elementos do Livro Razão, você consegue ler qualquer documento dessa natureza.

Todas as movimentações lançadas no Livro Razão devem conter:

  • nome e código da conta bancária da movimentação;
  • data de lançamento das movimentações (com dia, mês e ano);
  • histórico do lançamento;
  • conta para a qual os recursos foram transferidos;
  • débito e crédito da conta;
  • saldo total, com a diferença entre o débito e o crédito;
  • “D/C”, que indica a natureza do saldo, onde “D” é devedor, e “C”, credor.

Conhecendo esses elementos, a leitura do Livro Razão fica muito mais prática, possibilitando que o responsável consiga aferir o saldo das contas bancárias de sua empresa sem grandes dificuldades.

Quais são as diferenças entre o Livro Razão e o Livro Diário?

O Livro Diário faz a organização cronológica da contabilidade da companhia. O Livro Razão, por sua vez, é voltado para as contas que afetarão o patrimônio da empresa. Além disso, ele não precisa ser anexado à junta comercial.

O Livro Razão também é conhecido como Razão Auxiliar. De forma analítica, ele apresenta a movimentação das contas escrituradas no Livro Diário e que constam do balanço da empresa.

Enquanto isso, no Livro Diário, devem estar listadas todas as operações, que precisam ser lançadas na ordem cronológica de seus acontecimentos, do primeiro ao último dia do ano. Nele, deve haver, também, individualização, clareza e referência a todos os documentos comprobatórios dos fatos relacionados a tais contas.

Como fazer o Livro Razão?

O Livro Razão é feito por meio de lançamentos. Cada movimentação financeira tem um documento de origem, como um boleto ou uma fatura — que, como você viu, devem constar no registro.

A forma mais objetiva de entender como este instrumento contábil deve ser organizado é por meio de um exemplo. A seguir, faremos uma simulação de um lançamento no Livro Razão:

Primeiro, você deve especificar o número da conta de onde veio o recurso, com a denominação logo após a informação.

Posteriormente, você deve preencher cada uma das seguintes colunas, indispensáveis ao Livro Razão:

  • Histórico;
  • Nº da Conta;
  • Débito;
  • Crédito;
  • Saldo.

No histórico, é importante incluir a data da movimentação e o que ela é, como “pagamento de duplicata X”. O número da conta deve ser a conta da contrapartida do lançamento. Débito e crédito são as colunas para especificar o capital que entrou ou saiu dos caixas da sociedade. O saldo é o resultado do que restou na conta.

Qual é a relação do Livro Razão com o SPED digital?

O SPED digital foi instituído pelo Decreto n º 6.022, de 22 de janeiro de 2007, pelo projeto do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED). Ele é mais um passo para a informatização do relacionamento entre os contribuintes e o fisco.

De modo geral, o SPED é resultado da modernização do atual sistema de cumprimento das obrigações acessórias. Tais obrigações são transmitidas pelos contribuintes às administrações tributárias e aos órgãos fiscalizadores a partir de certificados digitais.

A relação dos livros, tanto o Livro Razão quanto o Livro Diário, é que ambos podem ser escriturados pela Escrituração Contábil Digital (ECD). Assim, a informatização, que é o objetivo desse programa, avança, facilitando o envio, arquivamento e validação das informações tributárias, além de permitir um controle mais eficiente por parte do governo.

Planilha DRE Grátis

Baixe Grátis sua Planilha de Demonstração do Resultado do Exercício

Gostou do texto?  Esperamos que ele ajude a nortear ainda melhor a gestão de sua companhia e o resultado dos negócios! Para facilitar o seu trabalho, disponibilizamos esta planilha para controle do DRE da sua empresa! Não deixe de conferir!

As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Frase dinâmica vendedora de acordo com a caregoria para ter um melhor efeito!

Oferta especial

Até
70
%
off
Teste agora


Sistema de Controle Financeiro para seu Negócio

Veja também

Como definir personas? Confira um guia completo!

Imagine que você precisa presentear alguém que não conhece. É uma tarefa…

Leia Mais

Entenda o que é a Escrituração Contábil Digital (ECD) e sua importância

Para agilizar e simplificar a entrega de obrigações acessórias das empresas e…

Leia Mais

Tudo que você precisa saber sobre DASN-SIMEI

Todo empresário tem obrigações fiscais principais (que são a apuração e o…

Leia Mais