2015-06-03 00:00:00 Finanças English Contabilidade de custos é a medição de pagamentos em dinheiro da empresa. Ela inclui o desembolso, o prazo, o consumo de bens e a... https://d2bnb9dvbpjkfy.cloudfront.net/wp-content/uploads/2017/05/09021249/imagem-financas.png O que é contabilidade de custos?

O que é contabilidade de custos?

2 min de leitura

Contabilidade de custos é a identificação e a medição de pagamentos em dinheiro de um negócio ou empresa. Ela compreende o desembolso, o prazo, o consumo de bens e a depreciação de ativos financeiros.

O objetivo da contabilidade de custos é fornecer informações sobre os custos da empresa como um todo, de um produto ou de uma determinada área da empresa, a fim de alcançar uma melhor análise da situação financeira. Veja mais sobre contabilidade de custos a seguir.

A aplicação nos negócios

Podemos contar os custos, por exemplo:

  • No produto ou o serviço que oferecemos, a fim de encontrar o seu custo de vendas, para que possamos conhecer seu lucro bruto (vendas – custo das vendas), antes de ter que esperar o final do período na demonstração de resultados;
  • Em cada produto que produzimos em comparação com a renda que ele gera para conhecer a rentabilidade de cada um e para saber quais são os mais rentáveis e os que não geram renda;
  • De um produto específico para determinar o que queremos ganhar e definir o seu preço;
  • Em uma área particular de um negócio ou departamento, a fim de cumprir a sua rentabilidade e verificar se a renda gerada compensa os seus custos;
  • De um determinado cliente, a fim de saber se o que nós gastamos para manter esse cliente acaba por ser superior à receita que geramos.

Ao contrário de contabilidade geral, contabilidade de custos é apenas para uso interno e não vinculativo. Por isso não existe nenhum sistema ou método de custos padrão para todas as empresas, mas cada empresa pode adaptar o sistema ou método mais adequado de acordo com suas necessidades e objetivos.

Em primeiro lugar, são identificados os elementos que serão considerados. No caso de você desejar contar as reservas totais de uma empresa, existem dois métodos: o de Custos Totais e o de custos parciais.

Método de custos totais

Este método consiste em tomar como custo todos os pagamentos relacionados com o produto, incluindo o custo de vendas e administração, e nomear os custos de todo o resto (juros, impostos, etc.). Este método é muitas vezes usado para encontrar o ponto de equilíbrio da empresa.

Método de custos parciais

Este método é considerado para todos os pagamentos relativos a:

  • A aquisição de bens, no caso de uma empresa de trading (empresa dedicada à compra e venda de produtos);
  • Fabricação do produto: no caso de uma empresa industrial (empresa que atua na produção ou fabricação de produtos);
  • No desempenho: no caso de uma empresa de serviços;
  • Nomeação de todas as outras despesas (despesas administrativas, despesas com vendas, despesas financeiras, impostos, etc.).

O método de custos parciais é normalmente o mais conveniente e fácil de usar.

Finalmente, uma vez que tenhamos classificado e determinado os custos e quais elementos serão considerados, é possível identificar e analisar cada elemento de acordo com objetivo que temos para contar os custos. A contabilidade de custo é uma ferramenta na tomada de decisões de onde aplicar dinheiro, de acordo com o setor da empresa ou produto que consideramos mais ou menos lucrativos.

As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Artigos Relacionados

Dicas de contabilidade para autônomos

Trabalhar como profissional autônomo pode ser bastante realizador, especialmente quando você consegue…

Leia Mais

O que é regime de competência?

Mais do que entender receitas e despesas, o regime de competência é…

Leia Mais

Balanço patrimonial: por que fazer?

Entre as ferramentas para avaliar a situação econômica de uma empresa em…

Leia Mais