Image Alt Text
empreendedorismo

Crowdfunding: o que é e como funciona o financiamento coletivo

Em algum momento da sua trajetória empreendedora você deve ter se deparado com o termo crowdfundingA tradicional “vaquinha” se modernizou, ganhou um novo nome e veio quebrar paradigmas econômicos, dando ao microempreendedor a oportunidade de angariar fundos para um projeto de maneira muito mais simples, sem as burocracias de investidores e empréstimos bancários.

Quer saber mais sobre o assunto? Tire todas as suas dúvidas e descubra o que é crowdfunding e se ele é uma opção de financiamento para o seu negócio! Vamos lá?

Qual é o significado de crowdfunding?

O termo vem do inglês e o significado de crowdfunding é, literalmente, “financiamento pela multidão”.

O que é crowdfunding?

crowdfunding, ou financiamento coletivo, é uma maneira de conseguir recursos para a realização de projetos, que podem ser voltados para a criação de uma empresa, apoio a uma causa social, realização de eventos, desenvolvimento de produtos, entre outros.

Leia também: Investimento inicial: saiba quanto custa abrir uma empresa

Como funciona o crowdfunding?

crowdfunding pode ter duas modalidades que funcionam de maneira bem simples:

  1. O dono do projeto apresenta sua ideia ao público através do site escolhido para a campanha;
  2. Diz o quanto precisa obter para financiar aquela ideia;
  3. Estipula um prazo limite para a arrecadação de fundos.

TUDO-OU-NADA

O público curtiu, colaborou e a meta foi batida? O dinheiro vai para o idealizador e o projeto é colocado em prática. A quantia arrecadada não foi suficiente? Todo o dinheiro é devolvido aos colaboradores. É tudo-ou-nada!


FLEX

Na modalidade flexível o idealizador do projeto não precisa arrecadar 100% da meta para ter direito ao valor da verba arrecadada. É válido ressaltar que nessa modalidade as plataformas costumam cobrar um percentual um pouco maior sobre o valor total arrecadado.


Mas qual o incentivo para o público colaborar com um projeto?

A maioria das plataformas de crowdfunding são baseadas em doação ou prêmios. Quem colabora financeiramente com um projeto pode ganhar um produto, brinde ou acesso antecipado ao serviço, por exemplo. A Equity Crowdfunding é uma outra modalidade de financiamento coletivo em que o colaborador ganha participação na empresa.

Leia também: 6 profissionais que você deve consultar antes de abrir uma empresa

Quais os benefícios do crowdfunding para o meu negócio?

Com uma campanha de financiamento coletivo você consegue:

  • Validar um conceito: com uma campanha de sucesso, você consegue provar que, além de um interesse em sua ideia, as pessoas também estão dispostas a gastar com isso. Logo, o crowdfunding se torna uma maneira eficaz de validar seu conceito e mostrar que aquela ideia é lucrativa.
  • Reduzir riscos: como o crowdfunding valida o mercado, os empresários e investidores não precisam se preocupar em assumir tanto risco, que é uma das maiores preocupações de quem aspira começar um novo negócio.
  • Maior visibilidade: além de arrecadar fundos para a sua ideia, divulgar o seu projeto em sites de financiamento coletivo também é uma excelente estratégia de marketing, já que traz visibilidade, novos fãs e potenciais clientes.
  • Feedback em tempo real: os colaboradores costumam compartilhar suas opiniões, sugestões e críticas sobre a iniciativa, o que traz insights úteis para a realização do projeto.

Leia também: Marketing digital: veja dicas para aplicar em sua empresa

Legal, eu gostei da ideia. Onde eu posso fazer um financiamento coletivo?

Quando as pessoas se juntam, grandes coisas acontecem. Listamos algumas plataformas de financiamento coletivo para você conhecer:

Catarse: A Catarse é a maior plataforma de crowdfunding no país. O site já ajudou a financiar mais de 1,8 mil projetos, arrecadando R$31 milhões por meio de 216 mil pessoas. A taxa operacional é de 13% para projetos que atingem a meta do tudo-ou-nada.

Kickante: A Kickante é uma das plataformas mais completas no país, com algumas ferramentas que te ajudam a promover a campanha e aumentar a chance de sucesso. A taxa operacional é de 12% para projetos tudo-ou-nada, ou 17,5% para campanhas flexíveis.

Benfeitoria: A Benfeitoria é uma plataforma que só aceita tudo-ou-nada. Lá só entram iniciativas que promovam um bem social comum, já que a ideia é transformar o interesse coletivo em impacto positivo na sociedade. A taxa operacional cobrada é de 1,3% a 4,9%, mais R$0,39 sob o valor de cada contribuição.

Consegui o financiamento coletivo. E agora?

Agora que você conseguiu um financiamento para a sua ideia, vale lembrar que para o sucesso de um negócio, uma boa gestão financeira é essencial. De nada adianta obter os recursos para realizar o projeto se o empreendedor não tiver a capacidade de organizar as finanças e controlar seus custos e gastos.

QuickBooks oferece para o pequeno empresário a oportunidade de gerenciar os negócios de maneira prática, com fluxo de caixa completo, emissão de nota fiscal e muito mais. Cadastre-se no QuickBooks e descubra os benefícios de ter um gerenciador financeiro online!


Artigos Relacionados