2017-10-05 11:43:53 Empreendedorismo English Conheça as vantagens e desvantagens de ter um investidor anjo e descubra se está na hora de procurar um para sua empresa! https://d2bnb9dvbpjkfy.cloudfront.net/wp-content/uploads/2017/10/09020912/investidor-anjo-conheca-as-vantagens-e-desvantagens.jpg investidor anjo Investidor anjo: conheça as vantagens e desvantagens

Investidor anjo: conheça as vantagens e desvantagens

3 min de leitura

Você já tem alguma receita mas sente que precisa de mais dinheiro para alavancar seus negócios? Talvez seja a hora de procurar um investidor anjo para a sua empresa.

Além de ajudar o empreendedor a ampliar seus horizontes, o investidor anjo também pode se tornar um mentor muito importante. Com o seu dinheiro em jogo, o empresário é altamente motivado para fazer o negócio dar certo. E isso é, obviamente, um ponto extremamente positivo.

Leia também: 7 dicas para aproveitar ao máximo seu mentor de negócios

Para te ajudar a entender se buscar um investidor anjo é uma boa opção para a sua empresa, listamos algumas vantagens e desvantagens dessa fonte alternativa de financiamento. Vamos conferir?

VANTAGENS DE TER UM INVESTIDOR ANJO

 

  • O investidor anjo fornece o capital necessário para começar uma empresa

O capital fornecido pelo investidor anjo pode ser uma ótima fonte de financiamento para novos negócios que têm um alto potencial de crescimento, mas que possuem dificuldades para conseguir empréstimos em bancos.

  • O investidor anjo está disposto a assumir riscos

O microempreendedor sabe as dificuldades de conseguir financiamento, principalmente pelos riscos envolvidos. E o investidor anjo está disposto a assumir esse risco, uma vez que acredita no potencial da empresa.

  • Os contratos empresariais são mais flexíveis

Como investem seu próprio dinheiro, investidores anjos têm critérios de investimento mais informais e flexíveis do que as grandes instituições financeiras.

Leia também: É empreendedor? Veja 5 atitudes essenciais para o sucesso

  • Networking vem no pacote

Quando um investidor anjo entra na sua empresa, ele traz consigo toda uma gama de relacionamentos, o que faz com que o empreendedor crie uma rede de contatos que seriam praticamente inalcançáveis se não existisse o anjo intermediador. Um bom networking ajuda sua empresa a crescer!

DESVANTAGENS DE TER UM INVESTIDOR ANJO

 

  • Pode ser caro

O investidor anjo se envolve com uma empresa porque espera ver retorno sob seu investimento. Para valer o risco, eles cobram uma certa porcentagem de participação na empresa, que pode começar em 10% e ir até 50%.

  • Você limita seus lucros futuros

Como você está vendendo uma parte do seu negócio em troca de investimento, está dando uma parcela de seus ganhos futuros com base na participação que topou ceder hoje. Quando a empresa deslanchar, esse valor pode se tornar um pouco alto.

Leia também: 5 etapas para estimar o seu potencial de lucro

  • O investidor anjo envolvido na empresa pode gerar problemas

É comum que o investidor anjo tenha um certo controle no gerenciamento da empresa, o que pode forçar o empreendedor a abrir mão do controle da empresa para atender aos requisitos do investidor.

  • Não espere receber dinheiro além do acordado

Investidor anjo não é banco. Normalmente, o investidor fará um único investimento e não irá contribuir com mais dinheiro além do acordado. Mesmo que o investidor anjo acredite no negócio e esteja disposto a assumir alguns riscos, ele não vai ficar apostando em um cenário perigoso.

#DICAS para se dar bem com um investidor anjo

 

  • Antes de começar a busca por um investidor anjo, é ideal que você tenha um bom plano de negócios e que as contas da empresa estejam em dia. O QuickBooks ZeroPaper é o sistema de controle financeiro perfeito para te auxiliar na gestão financeira, com fluxo de caixa completo, monitoramento de receitas e despesas, além de criar relatórios essenciais para o seu negócio.
  • Busque um investidor anjo que tenha experiência comprovada no seu setor. A falta de conhecimento do investidor anjo na área do seu negócio agrega pouco valor ao sucesso da empresa e ainda pode causar problemas, principalmente administrativos.
As informações podem estar resumidas e, portanto, incompletas. Este documento / informação não constitui, e não deve ser considerado um substituto para aconselhamento jurídico ou financeiro. Cada situação financeira é diferente e as informações oferecidas são gerais. Entre em contato com seus consultores financeiros ou legais para obter informações específicas sobre sua situação.

Artigos Relacionados

7 dicas para manter o capital de giro em empresas sazonais

Um bom controle do capital de giro é indispensável para uma gestão…

Leia Mais

Fluxo de caixa projetado: o que é e como fazer

Você está cansado de ouvir que o fluxo de caixa é vital…

Leia Mais

Crowdfunding: o que é e como funciona o financiamento coletivo

Em algum momento da sua trajetória empreendedora você deve ter se deparado…

Leia Mais